domingo, 21 julho 2024

Palmeiras faz ofício à CBF por conduta

O jogo foi reiniciado sem que haja checagem completa da cabine 

O Palmeiras vai enviar um ofício à CBF por conta da conduta do VAR na partida contra o Flamengo, no último domingo (21), pelo Campeonato Brasileiro.

No áudio revelado pela confederação, fica clara a frase “Agora já foi” do árbitro Ramon Abatti, durante a checagem de empurrão de Arturo Vidal em Gustavo Gómez, nos minutos finais do jogo, que poderia significar um pênalti a favor do Verdão.

O jogo é reiniciado sem que haja checagem completa da cabine, o que fere o protocolo da ferramenta. Abatti ainda está gritando com sua equipe quando o goleiro Santos cobra o tiro de meta. Depois que o jogo é reiniciado, ouve-se que a marcação de campo está ok.

Essa é a segunda vez em menos de dois meses que o Palmeiras vai se queixar do protocolo do VAR à confederação. A anterior aconteceu após a equipe de arbitragem de Palmeiras x São Paulo, pelas oitavas da Copa do Brasil, não ter traçado a linha que mostraria se Jonathan Calleri estava impedido no lance que originou pênalti para o clube tricolor.

O pênalti em Calleri, vale ressaltar, foi apontado pelo VAR. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também