terça-feira, 27 fevereiro 2024

Ponte cai após 22 anos seguidos no Paulistão

Durante o período em que disputou o Paulistão de maneira ininterrupta, a Macaca foi considerada por muito tempo a quinta força do estado, atrás apenas de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos
Empate com o Ituano sacramentou o rebaixamento da Ponte (Foto: PontePress/ÁlvaroJr

Acabou neste sábado a sequência mais longeva dos últimos tempos de um time do interior na elite do Campeonato Paulista. Depois de 22 anos consecutivos na primeira divisão, a Ponte Preta foi rebaixada ao empatar no Majestoso por 2 a 2 com o Ituano.

Durante o período em que disputou o Paulistão de maneira ininterrupta, a Macaca foi considerada por muito tempo a quinta força do estado, atrás apenas de Corinthians, Palmeiras, São Paulo e Santos. Era figura constante no mata-mata e chegou a ser vice-campeã em duas oportunidades nesse intervalo, em 2008 e também em 2017.

Mas, como consequência dos problemas administrativos, políticos e financeiros, passou a flertar perigosamente com o rebaixamento de 2018 para cá.Pela terceira vez nas últimas cinco edições, a Macaca chegou à rodada final ameaçada pela degola. Em 2018 e 2020 (quando ainda se classificou e foi até a semifinal), conseguiu escapar. Mas desta vez não foi possível evitar a queda.

Sem o artilheiro Lucca, autor de seis dos oito gols do time até então, a Ponte entrou em campo precisando vencer e ainda torcer por uma derrota de Santos ou Ferroviária. Nenhuma das situações aconteceu (os concorrentes ainda ganharam), a Macaca e caiu ao lado do Novorizontino, lanterna geral, com apenas três pontos.

A Ponte terminou a campanha com a defesa mais vazada (23 gols sofridos), o segundo pior ataque (10 gols marcados) e um jejum de sete partidas sem vencer pelo estadual (cinco derrotas e dois empates).

Dos 12 jogos, a equipe foi comandada por Gilson Kleina em oito rodadas, com cinco derrotas, duas vitórias e um empate, e por Hélio dos Anjos nos quatro compromissos finais, com duas derrotas e dois empates. Foi também o primeiro torneio da gestão de Marco Antônio Eberlin, eleito presidente alvinegro no fim de 2021.

As informações são do Globo Esporte. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também