PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Rio Branco inicia recuperação do gramado do estádio

Corte, adubação e irrigação fazem parte das ações para melhorar grama

Aproveitando o período sem competições, o Rio Branco deu início nesta semana ao processo de recuperação do gramado do estádio Décio Vitta, que sofreu bastante com a grande quantidade de jogos ao longo desta temporada. Neste primeiro momento, funcionários do clube e do Atibaia, que é parceiro do Tigre na reforma, pois mandará seus jogos no local em 2020, fizeram um corte da grama bem rente ao solo para em seguida iniciar a retirada das pragas. 

PUBLICIDADE

Passado esse primeiro procedimento, será dado início à adubação e uso intenso do sistema de irrigação, além de cortes periódicos. De acordo com o supervisor de futebol do time americanense, Benedito Aparecido Fusco, o Xororó, a previsão é que a reforma seja finalizada no início de janeiro – a expectativa é que a série A2, competição que o Atibaia estará disputando, comece no fim do mesmo mês. 

O fato de o Rio Branco não ter sido escolhido pela Federação Paulista como uma das sedes da Copa São Paulo de Futebol Júnior possibilitou que o trabalho fosse feito com melhor planejamento, caso contrário, tudo teria que estar pronto na primeira quinzena de dezembro, além de que o prejuízo ao gramado é sempre grande por conta de a Copinha ser disputada em período de chuvas. 

PUBLICIDADE

“O trabalho é lento devido à grande invasão de pragas. Esperamos que tudo esteja bastante adiantado no início do ano e, durante os campeonatos, manter a manutenção periódica para que a grama não seja infestada por essas pragas novamente, mantendo a adubação e os cortes em dia e a irrigação, que já é feita diariamente”, completou o dirigente. 

ENTREVISTA 

PUBLICIDADE

Em entrevista ao TODODIA na edição do dia 10 de outubro, o vice-presidente do Atibaia, Pedro Pali Júnior, o Pepê, ressaltou a importância da recuperação da grama do DV. “É nossa intenção deixar o campo do Décio Vitta nas melhores condições, até porque nosso time é de toque de bola e precisa de um bom terreno para atuar. E o gramado aqui sempre foi muito bom”, destacou. 

Em 2019, o Rio Branco mandou jogos em seu estádio em seis competições, sendo os estaduais Sub 11, Sub 13, Sub 15, Sub 17, Sub 20 e da Segunda Divisão Sub 23. Além disso, o campo recebeu as partidas do Atibaia, também nas bases, na A2 e na Copa Paulista, além de eventos esporádicos como a decisão do Campeonato Amador de Americana. A tendência é que a demanda seja semelhante ao longo da próxima temporada. 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This