terça-feira, 27 fevereiro 2024

Santos define destino no Paulista

Peixe tem chances de se classificar para o mata-mata no jogo de hoje, mas também corre risco de rebaixamento 

treino | Ricardo Goulart e Velazquez treinaram nesta sexta em preparação para o duelo de hoje contra o Água Santa (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

Após o empate por 3 a 3 com a Ferroviária, fora de casa, o Santos definirá sua situação no Campeonato Paulista na última partida da fase de grupos contra o Água Santa, neste sábado (19), a partir das 16h, na Vila Belmiro. Com 11 pontos conquistados em 11 jogos, o time da baixada paulista ainda tem chance de se classificar para o mata-mata do torneio no Grupo D, mas também corre risco de um rebaixamento inédito.

No Campeonato Paulista, as duas equipes que menos pontuam no final da fase de grupos caem para a série A2 do Estadual, independentemente do grupo em que disputaram o torneio. Na atual edição, o Novorizontino já está matematicamente rebaixado, com apenas três pontos conquistados.
Ponte Preta (8), Água Santa (11), Ferroviária (11) e Santos (11) brigam para escapar da segunda vaga.

Caso o Santos vença o Água Santa, adversário direto na briga contra o rebaixamento com a mesma pontuação, o clube se livrará da queda e não precisará contar com outros resultados.

Além disso, o time liderado por Fabián Bustos poderá ainda se classificar para o mata-mata caso o Santo André, com 12 pontos, também do Grupo D, não vença, em casa, a Inter de Limeira.

Se o Santos apenas empatar com o Água Santa, na Vila, a equipe também estará livre do rebaixamento. Isso porque a Ponte Preta, com 8 pontos, não conseguirá atingir os 12 que o Santos somará mesmo em caso de vitória na sua partida, em casa, contra o Ituano.

Assim, a equipe da Baixada Santista nem precisará se importar com critérios de desempate nem com o resultado do jogo da Ferroviária, o outro adversário na briga contra a queda.

Nesse cenário, o Santos só conseguirá se classificar para a próxima fase do Estadual se o Santo André for derrotado, em casa, para a Inter de Limeira, por três ou mais gols. Com essa possibilidade, ambas as equipes do Grupo D terminariam com 12 pontos e empatariam também no critério de vitórias, com duas.

Caso o Santos perca o confronto para o adversário direto Água Santa e termine com os atuais 11 pontos, o clube dependerá do resultado da partida da Ponte Preta, em casa, contra o Ituano, para se salvar. Caso a equipe de Campinas vença, igualará a pontuação do Santos, mas ficará à frente por somar mais vitórias. Assim, o Santos só conseguirá se livrar da queda se a Ferroviária for derrotada por um placar mais elástico ou marque menos gols do que o Peixe. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também