Sexta, 17 Setembro 2021

São Paulo reage após goleada e abre boa vantagem contra o Vasco na Copa do Brasil

São Paulo reage após goleada e abre boa vantagem contra o Vasco na Copa do Brasil

Com o resultado, o Tricolor poderá até perder por 1 a 0 na próxima quarta-feira, em São Januário, no jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil. 

Vitória |  a equipe paulista abriu boa vantagem no confronto ( Foto: São Paulo FC)

O São Paulo mostrou poder de reação nesta quarta-feira (28), diante do Vasco. Três dias depois de ter sido goleado por 5 a 1 pelo Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro, o time tricolor ganhou da equipe cruzmaltina por 2 a 0, no jogo de ida das oitavas de final da Copa do Brasil.

Com o resultado, construído com gols de Rigoni e Pablo, a equipe paulista abriu boa vantagem no confronto. Na partida de volta, poderá até avançar às quartas de final com uma derrota por um gol de diferença.

O confronto de volta será no dia 4 de agosto, no Rio de Janeiro. Antes, os comandados do técnico Hérnan Crespo terão um clássico pela frente, contra o Palmeiras, no sábado (31), pelo Campeonato Brasileiro. No Nacional, os são-paulinos estão na zona de rebaixamento, na 17ª posição, com 11 pontos.

Eles fazem um péssimo início na competição nacional de pontos corridos e vem de uma derrota dura para o Flamengo. O resultado aumentou a pressão sobre Crespo e seus atletas.

Como forma de dar uma resposta à torcida, o time começou a partida contra o Vasco com uma marcação alta, ocupando os espaços no campo de ataque e com boas finalizações. Quase abriu o placar no primeiro minuto, com Rigoni, mas ele falhou na chute de frente para o gol. Aos 13, porém, o atacante acertou o alvo e inaugurou o marcador.

Depois disso, os vascaínos conseguiram equilibrar as ações, embora não tenham conseguido arrancar o empate. Apesar da vantagem, o time tricolor foi para o intervalo com uma notícia ruim. Aos 44 minutos, o zagueiro Arboleda deixou o gramado com uma lesão muscular na coxa direita. Bruno Alves o substituiu.

Na etapa final, o ritmo da partida caiu bastante. Do lado tricolor, o ritmo diminuiu sobretudo após a saída de Rigoni, aos 16 minutos, quando Crespo resolveu sacá-lo para preservá-lo. O jogador se recuperou recentemente de uma lesão muscular.

Mesmo assim, o São Paulo ainda conseguiu chegar ao segundo gol, desta vez com Pablo, que marcou de cabeça, aos 33.

O Vasco, que já não tinha mais o mesmo ímpeto que demonstrou na metade dos 45 minutos iniciais, ficou ainda mais entregue depois que os mandantes ampliaram e definiram o placar.

SÃO PAULO

Volpi, Arboleda (Bruno Alves), Miranda e Léo; Orejuela, Rodrigo Nestor (Liziero), Benítez (Talles), Igor Gomes (Gabriel Sara) e Reinaldo; Rigoni (Marquinhos) e Pablo. T.: Hernán Crespo

VASCO

Vanderlei; Léo Matos, Ernando, Leandro Castán e Zeca; Bruno Gomes, Galarza (Arthur) e Marquinhos Gabriel (Sarrafiore); Léo Jabá (Morato), Gabriel Pec (Andrey) e Cano. T.: Lisca

Estádio: Morumbi, em São Paulo (SP)

Árbitro: Wilton Pereira Sampaio (GO)

Assistentes: Fabricio Vilarinho da Silva e Bruno Raphael Pires (GO)

VAR: Elmo Alves Resende Cunha (GO)

Cartão amarelo: Leandro Castan (VAS)

Gols: Rigoni (SAO), aos 13'/1ºT; Pablo (SAO), aos 33'/2ºT 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Sexta, 17 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/