PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Série B: Guarani tenta deixar a lanterna

Bugre entra em campo, hoje, às 16h30, contra o Vitória, em Salvador

Não bastasse segurar a lanterna da Série B do Campeonato Brasileiro, o Guarani vive momento bastante conturbado fora de campo em uma semana onde o presidente Palmeron Mendes Filho renunciou ao cargo e o gerente de futebol Estevam Soares foi demitido após apenas 16 dias trabalhando no clube. Em meio a esses problemas, o Bugre entra em campo, hoje, às 16h30, contra o Vitória, em Salvador, pela 22ª rodada, precisando dos três pontos para deixar a última colocação. 

PUBLICIDADE

O técnico Thiago Carpini, que fará seu quinto jogo como interino à frente da equipe, não poderá contar com o zagueiro Brunno Lima, fora da temporada em razão de uma lesão nos ligamentos do joelho, abrindo espaço para o retorno de Ferreira. Por opção, Lenon assume lugar de Bruno Souza na lateral direita. No meio, Deivid retorna de suspensão, muito provavelmente na vaga de Ricardinho. 

“Temos que marcar forte, mas, em momento algum, abrir mão de jogar. Eu não pretendo abrir mão do nosso padrão e continuar jogando, que é uma identidade que estamos tentando ter aqui no Guarani, que é um time que gosta de ter a bola, triangula e constrói o jogo lá de trás”, comentou Carpini, trazendo a expectativa para o duelo desta tarde na Fonte Nova. 

PUBLICIDADE

No primeiro turno, em 13 de maio, no estádio Brinco de Ouro da Princesa, em Campinas, deu Guarani, que fez 3 a 2 sobre o adversário. Diego Cardoso, Mateusinho e Arthur Rezende marcaram para o Bugre, enquanto Neto Baiano e Everton Sena descontaram para o rubro-negro. 

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This