PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Tite inicia renovação em testes; Ivan, da Ponte, é convocado

Para amistosos de setembro nos EUA, técnico deixa de lado boa parte dos veteranos da Copa América

Ao anunciar ontem a convocação para os amistosos do próximo mês nos Estados Unidos – que incluiu o atacante Neymar -, o técnico Tite deu novo passo no processo de renovação da seleção brasileira para a Copa do Mundo de 2022, no Qatar. Boa parte dos veteranos que fizeram parte da conquista da Copa América, no mês passado, ficou fora do chamado. 

PUBLICIDADE

Dos atletas com mais de 30 anos que disputaram o torneio sul-americano, só sobreviveram ao corte os laterais direitos Daniel Alves, 36, e Fagner, 30, e o zagueiro Thiago Silva, 34. Perderam espaço o goleiro Cássio, 32, o zagueiro Miranda, 34, o lateral esquerdo Filipe Luís, 34, o volante Fernandinho, 34, e o atacante Willian, 31. 

Todos eles tiveram seus lugares ocupados por jogadores mais jovens. No gol, Tite decidiu testar Ivan, 22, que defende a Ponte Preta na Série B do Campeonato Brasileiro. Sem o titular Alisson, 26, machucado, chamou Ederson, 25, e Weverton, 31, mas optou por deixar uma vaga para alguém bem mais novo. 

PUBLICIDADE

“O Ivan está dentro da ideia de dar oportunidade aos jovens. Não tem sentido levar só os jogadores do mais alto nível, já que são amistosos”, afirmou Tite. Ivan comemorou a convocação (leia abaixo). 

Ivan é um projeto de longo prazo. Em outras posições, o teste é mesmo para o futuro próximo. Assim, o zagueiro Samir, 24, da Udinese, o lateral esquerdo Jorge, 23, do Santos, o volante Fabinho, 25, do Liverpool, e o atacante Vinicius Júnior, 19, do Real Madrid, poderão ser mantidos no grupo se derem uma boa resposta em campo. 

PUBLICIDADE

Os problemas enfrentados por Neymar não impediram Tite de convocar o jogador para a seleção brasileira. O atacante de 27 anos, que não atua desde 5 de junho por uma lesão no tornozelo direito e pela indefinição sobre sua saída do Paris Saint-Germain, foi incluído na lista para os amistosos.

GOLEIRO FOI INFORMADO NO AVIÃO

O goleiro Ivan, da Ponte Preta, de 22 anos, foi convocado pela primeira vez em sua carreira para a seleção brasileira principal e ficou sabendo que seu nome estava inserido na lista do técnico TIte durante vôo que levava a delegação de seu clube de Florianópolis, onde a Macaca bateu o Figueirense na quinta-feira pela Série B, até São Paulo. E foi muito aplaudido pelos demais passageiros. 

“Não dá nem pra acreditar! Esperava a convocação para a seleção olímpica, mas defender a principal? É uma sensação única, estou muito emocionado”, comentou o goleiro em declaração ao site oficial do clube. A Macaca não tinha um jogador convocado para a seleção principal do Brasil desde 2001, quando o então técnico Émerson Leão chamou o volante Mineiro e o atacante Washington no período das Eliminatórias da Copa do Mundo e Copa das Confederações. Em 2019, Ivan defendeu a seleção pré-olímpica, que conquistou o Torneio de Toulon. 

BARBARENSE 

Outro representante da região comemorou convocação ontem. O goleiro Daniel Fuzato, 22, natural de Santa Bárbara d’Oeste, atualmente na Roma (ITA), foi chamado para defender a seleção brasileira olímpica em amistosos contra Colômbia e Chile, nos dias 5 e 9 de setembro.  

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This