PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

União adota método ‘pijama training’

Treino em casa tem o objetivo de reduzir o impacto da falta de atividades

O “pijama training”, jargão adotado no futebol brasileiro por treinadores como Cláudio Coutinho, Sebastião Lazaroni e, mais recentemente, Vanderlei Luxemburgo, foi o método encontrado pelo União Barbarense para orientar seus atletas em como proceder nesses dias de isolamento dos treinos por conta da ameaça do coronavírus.

PUBLICIDADE

A orientação para que os jogadores trabalharem a parte física em suas casas tem por objetivo minimizar os efeitos da suspensão das atividades no clube. “Pijama training é uma expressão que, realmente, cabe nesse momento. Deixar bem claro que a principal recomendação é para que o atleta não saia de casa, se mantenham no isolamento. Como consequência, fazer o que é possível dentro de cada espaço, como circuitos, exercícios isométricos, quem tem esteira corre, quem tem bicicleta adapta para poder andar no interior da residência”, apontou o preparador físico do Leão da 13, André Zaros.

“A ideia é que todo mundo esteja fazendo alguma coisa, sim, dentro de casa. Não sair para academia, não sair para correr em locais de aglomeração. No máximo, dar voltas no quarteirão, uma ou duas vezes por semana, mas priorizar executar os trabalhos no interior das residências”, completou.

PUBLICIDADE

Zaros reforça que as orientações visam diminuir o impacto sobre o cancelamento dos treinos. “A ideia é minimizar esse prejuízo da interrupção da pré-temporada para que, quando voltarmos, e a gente não sabe quando, poder ter alguma coisa ainda de sobra do que já foi feito, para não começar do zero. A gente estava bem adiantado, o grupo evoluindo muito bem, tudo dentro do planejado e, infelizmente, aconteceu isso”, comentou.

“O prejuízo foi muito grande, no sentido de o time estar bem encorpado e adaptado aos nossos trabalhos, tanto técnicos quanto físicos. Mas é uma questão de saúde, que temos que acatar, aceitar e esperar, e ter fé que as coisas vão passar rapidamente”, finalizou o preparador.

Apresentado no dia 24 de fevereiro, o elenco unionista teve exatos 22 dias de pré-temporada para a Bezinha, até a suspensão das atividades, determinada pela diretoria na última segunda.

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This