terça-feira, 28 maio 2024

Uruguai encerra jejum e estreia com vitória

FOLHAPRESS | RÚSSIA
Com um gol aos 44 minutos do segundo tempo, o Uruguai confirmou o favoritismo e venceu o Egito por 1 a 0 ontem, na arena de Iekaterinburgo. Com o resultado, a seleção celeste assume a vice-liderança do Grupo A, ficando abaixo da Rússia pelo saldo de gols.

O único gol da partida foi marcado após uma cobrança de falta de Sanchez. Bem posicionado na área egípcia, o zagueiro José Giménez subiu mais do que todos os outros jogadores e, de cabeça, balançou a rede. O Uruguai não vencia um jogo de estreia na Copa do Mundo desde o Mundial de 1970.

Diferentemente do Uruguai, que contou com sua maior estrela, o atacante Luis Suárez, o Egito entrou desfalcado em campo. Mohamed Salah, que ainda se recupera de uma lesão no ombro, sofrida na final da Liga dos Campeões, não pôde defender a equipe e comemorou seu aniversário de 26 anos no banco.

A partida foi bastante movimentada, com tentativas a gols de ambos os lados. O Uruguai, no entanto, teve maior volume de jogo. Suárez, inclusive, perdeu três grandes chances de marcar. O goleiro egípcio El Shenawy também foi um dos grandes responsáveis pelo placar enxuto.
Tal como a partida entre Rússia e Arábia Saudita, na quinta, o árbitro de vídeo, novidade deste Mundial, não precisou ser acionado.

AUTOCRÍTICA DE SUÁREZ 
Um dos principais jogadores da seleção do Uruguai, Luis Suárez admitiu que não fez uma de sua melhores partidas diante do Egito ontem. O atacante fez uma análise de si mesmo e declarou que é capaz de oferecer mais à sua equipe.

“Sou muito autocrítico e o primeiro que se exige. Sei que hoje não estive à altura. Sei que posso contribuir mais para o Uruguai. Eu sempre quero marcar gols e ajudar os outros colegas a fazer”, declarou Suárez na zona mista.

O atacante também destacou a importância da vitória do Uruguai contra o Egito, 1 a 0, nesta primeira rodada da fase de grupos da Copa do Mundo, e parabenizou José Giménez, autor do tento que decretou o êxito ao time sul-americano.

SELEÇÃO RUSSA EMPOLGA 
Se a sequência de sete jogos sem vitória da seleção russa causava preocupação e muitas críticas na imprensa local, ontem, uma dia após estreia na Copa do Mundo com goleada por 5 a 0 contra a Arábia Saudita, o tom foi bem diferente.

O Sport Express trouxe na capa a manchete: “Valeu, pessoal. Sigamos adiante”, numa tradução livre para o português. Nas páginas internas, o tom é de otimismo e o técnico Stanislav Tchetchesov, que vinha sendo bombardeado de críticas, é elogiado. O jornal fala também em um país em festa com o início do Mundial.

No Soviestski Sport, a capa é o placar do jogo: 5 a 0 e um pequeno texto falando sobre a goleada.
Rússia e Arábia Saudita estão no Grupo A, com Uruguai e Egito.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também