Terça, 28 Setembro 2021

Lá do Sertão do Meu Brasil

Lá do Sertão do Meu Brasil

Quando penso em tantas mortes do coronavírus pelo mundo, eu penso em Luiz Gonzaga. Já são tantas mortes, que sempre me pego pensando na frase do refrã

Quando penso em tantas mortes do coronavírus pelo mundo, eu penso em Luiz Gonzaga. Já são tantas mortes, que sempre me pego pensando na frase do refrão da música dele: "Eu perguntei a Deus do céu, ai / Por que tamanha judiação?...". Em 1989, no dia 02 de agosto, falecia um grande músico brasileiro: Luiz Gonzaga, o Rei do Baião. Símbolo da cultura do Nordeste, Gonzaga é tido como um dos grandes porta-vozes do nordeste brasileiro, região tão retratada por ele em letras e versos que falam dos costumes do sertão do Brasil. Para celebrar a Semana da Cultura Nordestina o falecimento dele se tornou o marco zero das comemorações, numa forma muito bonita e muito justa de homenageá-lo. A cultura nordestina, em si, é uma cultura bastante diversificada e ela varia de Estado para Estado. Isso se deve a todas as influências que ela recebeu pelo povos indígenas, africanos e europeus. A cultura nordestina é tão rica e tão ampla que poderíamos exemplificar aqui com manifestos no mundo da música, da dança, da culinária e do artesanato também. Mas preferimos trazer exemplos de belas paisagens, e o melhor, paisagens com nossos leitores juntos delas! Afinal, o Litoral do Nordeste é o mais extenso do nosso País e nele se localizam praias, dunas e alguns dos mais importantes portos comerciais brasileiros. Viagem conosco hoje nessa imensidão de céu e mar azul! Nosso "cheiro" ao povo mais feliz do Brasil!

 

 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 29 Setembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/