terça-feira, 25 junho 2024

2023 – 2024

Por Ailton Gonçalves Dias Filho, pastor presbiteriano
Por
Ailton Gonçalves Dias Filho
Foto: Arquivo pessoal

O tempo é dinâmico. Ele não para. A sabedoria do Koélet diz que “tudo tem o seu tempo determinado, e há tempo para todo propósito debaixo do céu”. Assim, chegamos ao final de mais um tempo que o nosso calendário deu o nome, ou número de 2023. O ano, um espaço de doze meses, chega ao seu final. Começou com ano novo, o tempo passou e ele ficou velho. Dará lugar para um novo ano e receberá, segundo o calendário, um novo número, 2024. É também o Koélet que diz: “o que é já foi, e o que há de ser também já foi; Deus fará renovar-se o que se passou”.

O ano de 2023 já é passado. Dele só poderemos fazer uma retrospectiva. Passou. Faz parte da história, do acontecido. É passado. É o ontem. Coisas boas e ruins aconteceram, como é próprio da existência humana. O que separa um ano do outro é apenas o movimento do relógio. Quando o ponteiro do relógio hoje cruzar o último minuto de 2023, o próximo segundo será um novo ano, será 2024.

Se 2023 é retrospectiva, 2024 é todo prospectiva. Dele nada sabemos. Como diz uma canção popular: “Como será o amanhã? Responda quem puder”. Não temos como saber. Podemos até planejar cada dia de 2024, fazer nossos planos e projetos. Mas, como é futuro, “o futuro a Deus pertence”. Deus, que é ser atemporal, é Senhor do tempo. É de novo o sábio Koélet que diz que “tudo fez Deus formoso no seu devido tempo, também pôs a eternidade no coração do homem, sem que este possa descobrir as obras que Deus fez desde o princípio até ao fim”.

Diante da dinâmica do tempo, resta-nos orar como o salmista que dizia: “ensina-nos a contar os nossos dias, para que alcancemos coração sábio”. Que seja esta a nossa prece hoje, quando o ponteiro cruzar o último segundo, colocando 2023 na memória do tempo e abrindo diante de nós um novo ano. Deus, o Senhor do tempo, é aquele que faz novas todas as coisas. Ele nos dá um novo ano. Ele nos dá uma nova vida, uma nova oportunidade. Num piscar de olhos, 2024 está chegando. O tempo é dinâmico. Ele não para!

Feliz Ano Novo!

É isso.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também