quinta-feira, 18 abril 2024

A ascenção de Jesus

Por Ailton Gonçalves Dias Filho, pastor presbiteriano

Foto: Arquivo pessoal

O médico Lucas deixou-nos um registro detalhado de um dos eventos fantásticos da história. Devemos a ele a informação que, quarenta dias após a ressurreição, o Senhor Jesus Cristo “foi elevado às alturas”. Trata-se da ascensão de Jesus Cristo.

Neste domingo, a grande maioria das igrejas cristãs no mundo relembram este momento glorioso da história. Este evento, segundo Lucas, foi testemunhado por várias pessoas. A ascensão marca o retorno do Senhor Jesus para o lugar de onde veio e de onde há de retornar. É do próprio Lucas o registro desta informação escatológica: “Esse Jesus que dentre vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir”. Ou seja, a ascensão já pontua com clareza o retorno de Jesus à história humana.

A ascensão marca o início da exaltação de Jesus Cristo. Ele que passara por tão grande humilhação. Nenhum homem sofreu a humilhação que ele passou. Ele que tomara a decisão de não ser Deus em função de si mesmo. Esvaziou a si mesmo. Foi obediente até a morte e morte de cruz. Agora, Deus o exaltou sobremaneira e lhe dá o nome que está acima de todo nome. Ele é elevado às alturas. Exaltado sobremaneira. Haverá um momento que todo joelho se dobrará e toda língua confessará que ele é Senhor para glória de Deus Pai.

A ascensão marca também a necessidade que temos de nos colocar a serviço do Reino de Deus. Em vez de nos entregar às especulações que fogem a nossa alçada, devemos acolher o Espírito Santo que nos capacitará para sermos testemunhas de Jesus Cristo. O médico Lucas, pesquisador minucioso, registra também que esta capacitação aconteceu dez dias depois da ascensão de Jesus Cristo. Era a descida gloriosa do Espírito Santo – o vento inaugural que soprou sobre a igreja.

Cristãos, celebremos a ascensão de Jesus Cristo com a consciência que esta celebração encerra. Ele foi elevado às alturas! Exaltado acima de todo nome! A ascensão é uma seta que aponta com intensidade para o retorno de Jesus Cristo.

É isso!

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também