terça-feira, 18 junho 2024

Amélia

Por Ailton Gonçalves Dias Filho, pastor presbiteriano
Por
Ailton Gonçalves Dias Filho
Foto: Arquivo Pessoal

A composição de Mário Lago e a música do mineiro Ataulfo Alves deram vida à canção “Amélia”. A letra eternizou Amélia que “não tinha a menor vaidade” e “que era mulher de verdade”. Conheço uma Amélia assim. É minha mãe, mulher que sempre mesclou simplicidade com sabedoria. Mãe de cinco filhas lindas e este que escreve essas linhas dominicais. Professora e diretora de escola aposentada. Devotada a Deus e à família, um poço de bondade e ternura.

Hoje, olho para trás e ousaria acrescentar “mulher e mãe de verdade”. Eu saí de casa aos dezenove anos para estudar teologia e ouso dizer que, todos os dias, ela ora por mim diante do Criador. Talvez hoje não ore mais por causa de sua senilidade. Ela está beirando seus noventa anos, bem debilitada. Mas, é “mulher de verdade”, que nunca desistiu da vida em face das dificuldades. Depois de casada e mãe de filhos, descobriu e se apaixonou pelo evangelho do Senhor Jesus Cristo. Fecho os meus olhos e a vejo cantando no coral “Maravilhosa Graça”. Sua maior alegria era ver os filhos na Igreja, embora nunca viu em sua totalidade. Quando contrariada, preferia ir para um canto e chorar diante do Criador. As adversidades da vida só fizeram aumentar a fé e sua devoção. Até pouco tempo, em uma visita à Ipanema – MG, em sua casa, acordada bem cedinho, pude ver, sem que ela me visse, em sua devocional. Um misto de devoção, fé e puro fervor diante de Deus. Jamais esquecerei. Esta é minha mãe. “Mulher sem a menor vaidade”. “Mulher de verdade”. Amélia, esposa de Ailton. Amélia, mãe de Joana, Laice e Maria Amélia. Amélia, mãe de Ailton, Eleude e Silvinha. Amélia que é avó querida e bisavó mais querida ainda. Amélia que hoje sente o peso dos anos, das fadigas, das lutas e preocupações. Já não tem a mesma qualidade de vida. Mas, está cercada de amor, principalmente das filhas que se desdobram com intenso carinho e amor. Ela combateu o bom combate. Guardou sua fé intacta. Aguarda, pacientemente, a sua chamada final. Sua volta para casa.

Feliz Dia das mães, dona Amélia!

Feliz Dia das mães para todas as mães!

É isso.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também