sexta-feira, 19 abril 2024
OPINIÃO

Jesus Cristo Redentor

Por
Ailton Gonçalves Dias Filho
Foto: Arquivo pessoal

Damos início hoje ao novo ano litúrgico. A data marca o início do Advento, um tempo especial na vida da Igreja cristã. Tempo de preparação para a grande celebração do Natal de Jesus Cristo.

É momento de voltar nossos olhos aos textos que registraram a chegada do Redentor. Textos do primeiro e segundo testamentos. Ver como esses textos convergem intensamente para a pessoa de Jesus Cristo, o Verbo Eterno de Deus. A encarnação do Verbo de Deus é um mistério grandioso que excede nossa compreensão. “O Verbo se fez carne e habitou entre nós”, registra João. O Natal não é uma celebração qualquer. É o nascimento do Filho de Deus na história humana. É o atemporal que se torna temporal. É o ilimitado que escolhe ser limitado. É o rico que se tornou pobre por amor a nós. É Deus que se faz homem e passa a ser figura historiável, tangível, tocável. “Vimos a sua glória…”.

Pessoalmente, no Advento, gosto de reler as antigas profecias do primeiro testamento. Gosto de ler os registros evangélicos e perceber as opções de registros entre eles. Marcos, por exemplo, não registra absolutamente nada sobre o nascimento de Jesus Cristo. João, por sua vez, faz um registro completamente diferente. O grande material registrado devemos a Mateus e Lucas, sobretudo ao pesquisador Lucas. Esses dois evangelistas registraram com riqueza de detalhes o nascimento de Jesus Cristo. Somente Mateus, por exemplo, registra a visita inesperada dos magos que chegam a Jerusalém guiados por um “GPS” Divino, a “estrela de Belém”, como ficou conhecida. Querem conhecer o menino que nasceu. Sabem exatamente quem Ele é. Mas, querem vê-lo, entregar presentes significativos: ouro, incenso e mirra. É Deus vindo até nós.

Devemos a Lucas a maior parte dos detalhes desta fantástica notícia. Ele registra, por exemplo, a visita que o anjo faz a Zacarias, pai de João Batista. Registra também a visita do anjo Gabriel à Maria, anunciando o que iria acontecer. Os cânticos de Maria, Zacarias e Simeão são materiais exclusivos de Lucas. Céus e terra se movimentam para anunciar o maior de todos os acontecimentos: Jesus irá nascer! Deus virá ao nosso encontro! Seu propósito é nos ensinar a sermos humanos a partir do menino que irá nascer.

O Advento chegou. Maranata! Vem, Senhor Jesus! Venha habitar em nosso meio!

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também