sábado, 20 julho 2024
MORTANDADE DE PEIXES

Cetesb analisa punições de multa gravíssima e apuração de crime ambiental

Usina foi a responsável pelas mortes dos peixes registradas em Piracicaba, segundo a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo
Por
Por Henrique Fernandes
Foto: Divulgação / Governo de SP

A TV TODODIA noticiou, com exclusividade, que a mortandade de peixes no Rio Piracicaba foi causada pela Usina São José, na região do Ribeirão Tijuco Preto, que passa pelo município de Rio das Pedras (SP). A Cetesb (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) confirmou a informação na noite desta terça-feira (9).

A Cetesb explicou que localizou a fonte poluidora na segunda-feira (8) e interrompeu o descarte irregular de resíduo industrial. “A Cetesb iniciou as análises das amostras coletadas para definir as punições cabíveis, que incluem multa gravíssima e encaminhamento para apuração de crime ambiental, além de ajustes de conduta por parte da Indústria São José S/A Açúcar e Álcool, com exigências técnicas que ainda serão definidas com base no relatório que está sendo preparado pela Cetesb e será publicado até o fim desta semana”, relatou através de nota.

A Companhia Ambiental ainda disse que monitoraram, nesta terça-feira (9), a usina São José S/A Açúcar e Álcool, “responsável pelo problema, para evitar novos despejos, e exigiram que fosse feita a limpeza dos resíduos empoçados em alguns trechos do rio, o que está sendo feito”.

Leia o complemento do que disse a Cetesb

“A CETESB monitora a qualidade da água por meio do SIMQUA, Sistema de Monitoramento da Qualidade da Água. Já na tarde do dia 09, a sonda instalada na estação automática de Piracicaba apontava uma recuperação considerável na quantidade de oxigênio dissolvido (de 0 para 2,65 mg/l e 2,72mg/l, indicando melhora a cada período), condições mais favoráveis para a sobrevivência dos peixes. Junto com o Comitê das Bacias Hidrográficas dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí (PCJ) a CETESB instalará uma segunda sonda de monitoramento automático da qualidade da água no trecho, a fim de aprimorar as análises e fornecer subsídios para o reforço da fiscalização na região”, divulgou à imprensa.

O OUTRO LADO

A TV TODODIA tentou contato com a Usina São José buscando um posicionamento oficial sobre este fato, mas até o fechamento desta matéria não houve qualquer retorno. Salientamos que assim que a empresa se posicionar esta matéria será atualizada com a sua manifestação.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também