PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Megaoperação contra líder de quadrilha tem 27 presos

Ação, comandada pelo Deinter e pelo Gaeco, ocorreu ontem (10) em várias cidades da região

Vinte e sete pessoas acusadas de integrar uma organização criminosa foram presas e pelo menos sete quilos de entorpecentes, além de milhares de porções de drogas a granel, embalagens, R$ 31 mil em dinheiro e oito carros foram apreendidos ontem (10) em várias cidades da região em uma megaoperação do Deinter (Departamento de Polícia Judiciária) 2 de Piracicaba e do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado).

PUBLICIDADE

Além de 29 mandados de prisão, dos quais foram cumpridos 27, as equipes cumpriram 69 mandados de buscas, 63 deles na cidade de Capivari, dois em Americana, dois em Hortolândia, um em Santa Bárbara d’Oeste e um em Rio das Pedras.

  • Facebook
  • Twitter
  • LinkedIn
  • Pinterest

PUBLICIDADE

Segundo a Polícia, o suspeito apontado como o principal alvo da operação, que inclusive foi batizada como “Operação Sheik” em alusão ao apelido dele, foi preso em Capivari.

Há informações que entre os demais presos há familiares do alvo da operação, identificado como Saulo Sheik, entre as quais a própria mãe do acusado de chefiar a organização criminosa.

PUBLICIDADE

Segundo as investigações, Sheik seria responsável por tráfico de drogas, corrupção, lavagem de dinheiro, entre outros delitos, com atuação predominantemente em Capivari e ramificações nas outras quatro cidades alvos da operação.

Para realização dos trabalhos, a Polícia Civil destacou 160 policiais, parte dos quais compuseram 45 equipes destinadas ao cumprimento dos mandados judiciais.

Segundo o Gaeco, os trabalhos prosseguirão para atingir outras frentes de atuação da organização criminosa, principalmente em relação à corrupção de agentes públicos, lavagem de dinheiro e exploração de jogos de azar.

PUBLICIDADE

PUBLICIDADE

Pin It on Pinterest

Share This