sábado, 15 junho 2024
Caso Cauê Pozenatto Lima

Suspeitos pela morte de professor têm prisão decretada

A informação foi confirmada na noite desta sexta-feira
Por
Henrique Fernandes

Um caso que chocou a região! A morte do professor Cauê Pozenatto Lima, que teve seu corpo encontrado carbonizado dentro de uma vala em uma estrada rural nas proximidades da Praia Azul, em Americana, mobilizou as forças policiais que rapidamente identificaram a vítima e os seus principais suspeitos, um homem e uma mulher, que tiveram somente as suas iniciais reveladas, sendo eles respectivamente W.C.S com 34 anos e P.F.S.A de 30 anos, ambos moradores da cidade de Sumaré.

A Rede TodoDia esteve presente, desde o fim da tarde desta sexta-feira (4) à frente da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), em Americana, acompanhando o desenrolar deste caso.

De acordo com uma nota divulgada por vota das 21h40, o casal teve a sua prisão temporária decretada pela Justiça. O suspeito já encontra-se recolhido à Cadeia Pública de Sumaré e a suspeita foi encaminhada para a Cadeia Feminina em Monte Mor.

O caso está sob investigação na Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Americana.

Nota oficial:

“Sobre o caso, da morte do professor Cauê Pozenatto Lima, com o corpo encontrado carbonizado, dentro de uma vala perto de uma represa na região de Praia Azul em Americana, foi instaurado Inquerito Policial nesta DIG de Americana;
Nesta data, foi localizado o veículo da vitima, GM Onix, que estava desaparecido, no bairro Salerno em Sumaré, com manchas de sangue, o qual foi periciado pelo IC e AFIS/IIRGD e apreendido, aguardando o resultado dos laudos periciais .
O trabalho de campo e de investigação, aliado a sistema de monitoramento de câmeras da Guarda Municipal de Americana, e demais ferramentas de inteligência, levou a identificar um casal suspeitos, W.C.S com 34 anos e ela P.F.S.A de 30 anos, ambos morador de Sumare.
O investigado do sexo masculino, ao ser abordo pelos policiais, estava na posse de documentos da vitimas, cartão bancário, titulo de eleitor e chave do veículo.
A Autoridade Policial, ante os indícios e evidencias apresentadas, representou pela Prisão Temporária dos investigados, que foram acatados, os quais foram localizados na cidade de Sumaré, e encaminhado para a DIG de Americana , onde foram cumpridos os mandados e os presos encaminhados para as cadeias de Sumaré e Monte Mor, ficando à disposição e interesse das investigações em curso.”

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também