Domingo, 24 Outubro 2021

Guarda encerra festa em Nova Odessa

Guarda encerra festa em Nova Odessa

A Guarda Civil de Nova Odessa encerrou uma festa com cerca de 50 pessoas no bairro Chácaras Recanto Ceci, no último sábado (27), por descumprimento do

A Guarda Civil de Nova Odessa encerrou uma festa com cerca de 50 pessoas no bairro Chácaras Recanto Ceci, no último sábado (27), por descumprimento dos decretos estadual e municipal que decretaram calamidade em saúde e impediram realização de eventos com aglomerações. Segundo a Prefeitura, três viaturas da corporação estiveram no bairro, após denúncias de vizinhos. A festa foi encerrada e os fatos foram comunicados à Vigilância Sanitária, para adoção das medidas cabíveis.

No dia 14 de junho, um guarda municipal de Nova Odessa promoveu um churrasco com presença de cerca de 40 pessoas, em descumprimento aos decretos. O churrasco ocorreu o dia todo em um domingo e patrulheiros foram acionados duas vezes para tentar encerrar a festa, sem sucesso. O nome do guarda não foi divulgado.

Este "churrasco clandestino" foi realizado no recuo do estacionamento da Escola Estadual Geraldo de Oliveira, na Rua Oscar Araium, no Jardim Monte das Oliveiras, informou uma fonte, que pediu anonimato.

No mesmo dia, patrulheiros atenderam outra ocorrência semelhante na cidade, mas os organizadores da festa obedeceram a orientação para encerrar as festividades por causa dos riscos de contágio. Na ocasião, a Prefeitura de Nova Odessa informou que iria apurar o ocorrido.

O governo do Estado informou que o decreto estadual proíbe qualquer tipo de evento público ou privado que gere aglomeração. Os decretos publicados pela Prefeitura de Nova Odessa seguem as orientações do governo estadual.

No dia 23 de março, agentes também estiveram no bairro Guarapari, onde acontecia uma festa familiar em uma chácara. O objetivo foi coibir aglomerações e evitar a disseminação do novo coronavírus.


IGREJAS

Os estabelecimentos comerciais e as igrejas também têm sido alvo das fiscalizações. Desde que a quarentena foi decretada em São Paulo, no dia 24 de março, a Vigilância Sanitária de Nova Odessa notificou mais de 200 estabelecimentos comerciais.

Um dia após a vigência do Decreto 4.177, 40 bares e uma igreja foram fechados na cidade, numa ação que contou com apoio da Polícia Militar e da Guarda Civil Municipal. "Estamos realizando essa fiscalização, que já estava programada, e aproveitamos para checar as denúncias que recebemos. Agradecemos muito o apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal nessa ação. Importante lembrar que quem descumpre o decreto está cometendo um crime, passível de multa e prisão. Se esse estabelecimento que hoje foi fechado voltar a funcionar, ele será lacrado", explicou Priscila, na ocasião.

No dia 1º de abril, uma área pública usada como clube de pesca não autorizado também foi fechada pela autoridade sanitária e guardas municipais. Pelo menos 100 pessoas estavam no "pesqueiro" no momento da abordagem.

No dia 28 de abril, agentes do CVS (Centro Estadual de Vigilância Sanitária) também estiveram em Nova Odessa para fiscalizar estabelecimentos comerciais e orientar comerciantes em relação às medidas implementadas pelo governador João Doria (PSDB) para controle da disseminação do novo coronavírus, conforme prevê o Decreto 64.946, de 17 de abril de 2020, que estabelece quarentena no Estado. Os fiscais percorreram ruas e avenidas do comércio, conversaram com funcionários, gerentes e proprietários de estabelecimentos de caráter essencial, avaliaram medidas de distanciamento e higiene adotadas, como uso de máscaras, demarcação nas filas, para que seja respeitada distância de pelo menos um metro entre um consumidor e outro, e a disponibilização de álcool gel.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Domingo, 24 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/