Quarta, 08 Dezembro 2021

Nova Odessa quer massificação do esporte

Nova Odessa quer massificação do esporte

Nova Odessa vive um momento de renovação no esporte, apostando na formação de jovens valores através de parcerias com as escolas do município. As equi

Nova Odessa vive um momento de renovação no esporte, apostando na formação de jovens valores através de parcerias com as escolas do município. As equipes de alto rendimento passam por um momento de remodelação e suas novas formações podem surgir justamente dessa massificação das modalidades nas escolas.

O secretário de esportes do município, Levi Tosta, destaca a implantação do judô na rede pública como o pontapé inicial dessa metodologia. “Através do CMDCA conseguimos um valor e implantamos o projeto na escola Geraldo de Oliveira em uma região mais carente. Estamos com 80 alunos e vamos dobrar para o ano seguinte, pois ali é preciso uma atenção maior”, ressaltou.

“A intenção é ampliar esse projeto, como já vai acontecer com o judô, que é mais que um esporte, ele educa muito. Esse pessoal tem dificuldade para se dirigir aos ginásios. A ideia é inverter a situação e irmos ao encontro deles. Na escola é o meio mais fácil para alcança-los”, explicou. O secretário evita apontar outras modalidades que possam ser inseridas nesse processo. “Isso é algo que não posso afirmar, mas posso dizer que estamos tentando conscientizar os professores a seguir esse mesmo caminho, sair da zona de conforto. As próprias escolas passarão a aplicar essa metodologia”. Levi aponta os Jogos Escolares como o destaque do ano no esporte novaodessense.

“No 1º semestre com o Ensino Médio do estado, envolvendo 1.500 alunos e, posteriormente, com os menores, do ensino fundamental atingindo 4 mil das 5,6 mil crianças que temos no município. Foi um sucesso tremendo”. “Quando falo dos Jogos como maior impacto é porque estamos em uma situação financeira difícil e não consegui verba para promover campeonatos das categorias menores, então, fizemos essa parceria com a Educação, nós entramos com a organização e eles ficaram com as despesas”, enfatizou. “Do estado, por exemplo, foram 30 dias e encaixando na agenda escolar, a mesma coisa com as escolas do município. Conseguimos promover o basquete, o handebol, o futsal, o vôlei e foi sensacional. Acredito que foi o grande acerto, ver a garotada com o brilho nos olhos ao praticar um esporte”, acrescentou.

DESTAQUES

No balanço de 2019 ao TODODIA, Levi Tosta apontou outros destaques no setor. “As artes marciais são professores voluntários e conseguimos um grande desenvolvimento dos atletas, a quem procuramos apoiar com o transporte, o espaço e tudo que podemos oferta-los. E o judô foi o grande destaque, medalhando o ano inteiro, desempenho sensacional”. “Foram 57 idosos participando do JORIs com várias medalhas e, agora, no estadual, nosso dominó foi bronze. Cuidamos da terceira idade com atenção. Tivemos ainda aulas de zumba e funcional, com um pessoal voluntário, o que é fundamental diante da crise. Em regiões periféricas implantamos aulas de futebol com ótima adesão”, comemorou. “O velocross foram duas etapas muito bacanas. O ginásio do São Jorge foi reinaugurado. Promovemos o festival paralímpico pensando na inclusão. E entregaremos em março a reforma da pista de skate, totalmente moderna”, elencou também o secretário.

FUTEBOL AMADOR

Para Levi, o futebol amador de Nova Odessa é um sucesso já consolidado. “Foram três divisões que organizamos e executamos. Não pagamos a arbitragem, em função das dificuldades, mas os clubes arcaram com essa despesa. O amador aqui é um sucesso absoluto, casa cheia sempre. São nove campos na cidade, que mantemos em ordem. E apoiamos a liga”.

ALTO RENDIMENTO

Nova Odessa teve participação discreta em competições oficiais, como os Jogos Regionais, com delegação reduzida. Nos Jogos Abertos do Interior, pelo segundo ano, o município não teve representantes. Para Levi, o esporte de alto rendimento está em processo de reformulação. “Quando assumimos não havia um centavo para nada, então, decidimos recomeçar, uma vez que aqueles times prontos que tínhamos foram para outras cidades. Por exemplo, temos uma garotada no vôlei, de 15 anos, em ponto de bala e, em pouco tempo, vamos ver Nova Odessa de novo disputando títulos”, comentou. “Os professores abraçaram a ideia. O nosso handebol é excelente, com atletas na faixa dos 13. Assim é no basquete, no futsal, e com o passar dos anos vão aparecer os resultados. Propiciamos a eles o ingresso em algumas pequenas competições para irem pegando cancha.

MOTIVAÇÃO

Para que esse trabalho de renovação e formação de novos talentos no esporte novaodessense tenha resultado é fundamental a participação dos professores do município, como enfatiza o secretário. “Fizemos um trabalho muito bom na intenção de motivá-los, tava faltando muito isso”, afirmou. ‘Graças a Deus conseguimos formar uma família. Todo o sucesso do trabalho este ano foi em função dos professores, eles foram o ponto alto desse projeto. Estão todos de parabéns”, completou o chefe da pasta.

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 08 Dezembro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/