quinta-feira, 18 abril 2024

117 anos: Nova Odessa vira o foco para sonhada UTI

Prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho, destacou as principais ações e como enxerga a cidade no futuro 

Nova Odessa | Prefeito também afirmou que pretende construir uma nova represa (Foto: Divulgação)

Aos 117 anos hoje (24), Nova Odessa supera os 61 mil habitantes, com crescimento populacional acima da média regional, constrói a sonhada UTI (Unidade de Terapia Intensiva), assinou convênios para o Corpo de Bombeiros e Poupatempo, implantou o Programa Nova Odessa Solidária, concedendo auxílio 100% municipal para mais de mil famílias carentes da cidade, possui mais da metade das salas de aula com lousas digitais, trabalha e busca parcerias com deputados e o governo estadual para viabilizar projetos, quer construir represas visando a segurança hídrica, fala em plantar mais árvores e planeja fortalecer a infraestrutura em todas as frentes para deixar a cidade preparada ao novo crescimento que deve acontecer nos próximos anos.

O TODODIA ouviu o prefeito Cláudio José Schooder, o Leitinho (PSD), que detalhou as principais ações do município. Confira a entrevista na íntegra:

TODODIA: Quais são os principais avanços obtidos em Nova Odessa nos últimos anos?

Cláudio Schooder: Tivemos que enfrentar, em 2021, o pior ano da pandemia, então praticamente todos os nossos esforços e recursos foram colocados na nossa Saúde. Não medimos esforços para salvar vidas. Eu mesmo fui pessoalmente buscar respiradores em Minas Gerais. Em janeiro, quando achamos que o pior tinha passado, enfrentamos a ômicron e o surto de gripe. Mas agora, finalmente, nossos projetos e obras estão caminhando, sinto que nosso programa de governo vai acelerar de agora em diante, com obras importantes, como a construção da tão sonhada UTI do Hospital Municipal, que já começou. E mesmo assim tivemos algumas grandes conquistas neste ano e meio de mandato, como o Programa NOS (Nova Odessa Solidária) e os convênios para o Corpo de Bombeiros e o Poupatempo.

Deixando quais marcas a atual gestão pretende concluir esse governo?

Queremos deixar a certeza de que fizemos um governo com foco no ser humano, na valorização da vida, das pessoas, do meio ambiente e dos animais, e não apenas preocupado com obras que muitas vezes nem eram tão necessárias. É como eu e meu vice-prefeito Mineirinho (Alessandro Miranda) sempre falamos, que nosso objetivo é cuidar da vida.

Quais são os grandes desafios a serem superados?

O maior problema das prefeituras hoje é a arrecadação e o tamanho da “fatia” do orçamento que vai para a folha e para o custeio. No nosso caso, quase não sobra recursos para investimentos, e o pouco que sobrou no último ano nós tivemos que colocar na Saúde. Então nosso desafio é buscar parcerias que garantam recursos para investimentos que são necessários em todas as áreas. Mas graças a Deus estamos fazendo um governo de portas abertas e por isso temos conquistado parceiros, como deputados e o próprio governador Rodrigo Garcia, que estão garantindo investimentos importantes para a nossa população.

Quantas empresas a cidade atraiu de 2021 pra cá e qual tem sido a estratégia para fortalecer os negócios locais?

Nosso governo tem sido desde o início um parceiro dos empresários da cidade e daqueles que querem investir aqui. E também dos nossos pequenos empreendedores, nossos comerciantes e autônomos, que têm sido reconhecidos e valorizados. Isso já está resultando em novos investimentos de todos os portes, que vão gerar emprego, renda e arrecadação em Nova Odessa. Neste dia 25 de maio, por exemplo, teremos a 1ª Rodada de Negócios do Ciesp no Villa Harmonia Eventos.

Como andam as obras da primeira UTI de Nova Odessa?

Já estão em andamento. Isso é um grande sonho realizado para mim e o Mineirinho, um compromisso que a gente tinha assumido. Era uma promessa de campanha que vamos cumprir, fazer uma UTI para Nova Odessa. A cidade já está com mais de 70 mil habitantes e merece uma UTI. E para que uma UTI? Para salvar vidas da população de Nova Odessa, é isso que nós queremos. E foi viabilizada através de uma parceria com um empresário, o José Messias Sposito Junior (da Midas Incorporadora e Administradora Ltda), a quem só temos a agradecer.

A criação dos auxílios municipais tem trazido quais impactos e desdobramentos aos beneficiários em meio à pandemia?

Fomos pioneiros no Estado na criação do Programa NOS (Nova Odessa Solidária), que deu um auxílio 100% municipal para mais de mil famílias carentes da cidade, principalmente para aquelas que têm uma mulher como arrimo. Anunciamos esse programa no Dia das Mulheres de 2021, viabilizado através da renegociação de contratos. E foi um sucesso. Também ampliamos significativamente o Cesta Básica Municipal e o Kit Merenda Escolar. Neste ano, criamos oficialmente mais quatro auxílios, o “Auxílio Funeral”, o “Auxílio Cesta Básica”, o “Auxílio Fraldas Geriátricas” e o “Auxílio Óculos de Grau”. Com certeza eles também terão um impacto muito positivo para quem realmente precisa desse apoio do Poder Público.

Estamos iniciando um novo ciclo na Educação de Nova Odessa. Mais da metade das salas de aula já tem a lousa digital, que é muito importante, torna a aula mais fácil, didática e gostosa. Ela traz muitos conteúdos que às vezes não têm nos livros, permitindo ao professor buscar qualquer assunto. As lousas digitais são um grande avanço para Nova Odessa, informatizando as escolas e auxiliando nossos professores, que fazem um trabalho maravilhoso junto aos nossos alunos. Estamos modernizando toda a infraestrutura da Educação Municipal, trazendo novas tecnologias iguais ou melhores que as escolas particulares, como as lousas digitais e a plataforma educacional.

Na infraestrutura, como Nova Odessa estará em dois anos?

Nova Odessa é uma cidade bem organizada. Mas estamos bem no coração da RMC, e claro que isso impacta nossa cidade, então temos que fortalecer a infraestrutura em todas as áreas para fazer frente ao crescimento populacional que vai acontecer nos próximos anos. Temos questões de Saúde, Mobilidade e uma grande preocupação com segurança hídrica. Temos que fazer novas represas porque há mais de 30 anos que não se faz uma nova represa em Nova Odessa. E já estamos viabilizando uma nova represa, e queremos fazer mais uma ou duas no futuro.

Conhecida como Paraíso do Verde, a cidade tem priorizado quais ações ambientais e quais os próximos projetos?

Sim, o Meio Ambiente é uma das nossas principais preocupações, incluindo a questão do abandono de animais domésticos. No começo deste ano, por causa da chuva constante, tivemos um atraso no cronograma de zeladoria, tivemos que fazer uma força-tarefa e mutirões para colocar em dia, inclusive eu mesmo participei dos mutirões, mas graças a Deus a cidade já está novamente com sua manutenção em dia. E como todo mundo, temos que fazer cada vez mais plantios de árvores, preservar nossas nascentes urbanas e pensar em formas de aproveitar as águas urbanas. Estamos trabalhando nisso. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também