quinta-feira, 29 fevereiro 2024

Aluno suspenso por causa de melancia em escola da zona leste de SP viraliza na internet; Confira comunicado

O comunicado foi postado nas redes sociais por um amigo do estudante e ganhou projeção porque indicava que a suspensão de um dia se deu por ele ter levado a fruta e dividido com os amigos 

Segundo a própria mãe do garoto, a escola fez o correto (Foto: Reprodução)

Um comunicado de suspensão de um aluno do Colégio Fereguetti, na zona leste de São Paulo, viralizou na internet nesta sexta-feira (18). Tudo porque o comunicado informava aos pais que o estudante havia sido punido por “trazer uma melancia inteira e compartilhar com os muitos alunos no intervalo e sala de aula, gerando tumulto e desordem”.

O comunicado foi postado nas redes sociais por um amigo do estudante e ganhou projeção porque indicava que a suspensão de um dia se deu por ele ter levado a fruta e dividido com os amigos. Mas, segundo a própria mãe do garoto, a escola fez o correto.

Em contato com a reportagem, ela afirmou que concorda com a decisão da escola e que o problema, na verdade, foi a carta ter sido mal redigida. Segundo ela, o garoto foi advertido porque a abriu a melancia com uma colher no meio da pandemia e todo mundo comeu com a mesma colher. Além disso, sujaram o pátio, jogaram os restos na privada do banheiro e um dos colegas chegou a colocar a casca da melancia na cabeça. Ela resumiu dizendo que “foi coisa boba de adolescente”.

Segundo a secretária da escola, Talita Isidoro, um representante da Diretoria de Ensino da região também se dirigiu ao colégio para se inteirar do caso.

Nas redes sociais, o caso repercutiu com postagens criticando a decisão do colégio e usuários usaram a hashtag #LiberaAMelancia.

A apresentadora e chef de cozinha Bela Gil também repercutiu o caso em sua conta nas redes sociais. Ela fez uma postagem com a imagem do comunicado de suspensão do aluno dizendo que ligou para a escola para entender o caso, mas o colégio não quis se manifestar. “Olha aí a melancia sempre causando! Ps – Liguei para a escola onde o suposto fato ocorreu e a instituição preferiu não se manifestar para confirmar ou desmentir a história. Ps 2 – A escola acabou de se manifestar na mídia e relatar o acontecido. De qualquer maneira a redação da carta continua, para mim, bem absurda”, escreveu a apresentadora.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também