quinta-feira, 18 abril 2024

Ato em SP tem ‘Capitão Cloroquino’ e filhos de Bolsonaro vestidos como presidiários

O protesto começou às 16h deste sábado (19) 

Protestantes na Avenida Paulista em ato contra o presidente Jair Bolsonaro e pelas vacinas (Foto: Henrique Picarelli/GloboNews)

Manifestantes já interditam as duas vias da avenida Paulista. A maioria deles está concentrada no quarteirão delimitado pelas ruas Itapeva e Peixoto Gomide.

O início do ato estava marcado para as 16h deste sábado (19), mas o deslocamento sentido praça Roosevelt ainda não foi iniciado. Enquanto isso, participantes se alternam para serem fotografados ao lado de um banner em tamanho real do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e de seus filhos Flávio (Patriota-RJ), Carlos (Republicanos-RJ) e Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) vestidos como presidiários.

Um outro boneco trazido à avenida mostra Bolsonaro usando um terno preto, com cédulas fictícias de R$ 100 saindo pelos bolsos e com a palavra “genocida” inscrita em uma faixa verde e amarela que simula a presidencial. O “pixuleco” de Bolsonaro, apelidado como “Capitão Cloroquino”, também marca presença.

A maioria dos manifestantes faz uso adequado de máscaras contra a Covid-19. As exceções são aqueles que retiram o equipamento de proteção em meio à multidão para ingerir água ou bebidas alcoólicas, ofertadas por vendedores ambulantes. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também