quinta-feira, 23 maio 2024

Balsa entre Guarujá e Bertioga é interditada após flutuante afundar

Por meio de nota, o Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo (DH) informou à reportagem que a balsa segue interditada e que realizará contratação emergencial para iniciar as obras de reparação até quarta-feira (15)

A travessia Guarujá-Bertioga, no litoral paulista, está suspensa após o flutuante da balsa romper e ser engolido pelo mar na manhã desta segunda-feira (13).

Por meio de nota, o Departamento Hidroviário do Estado de São Paulo (DH) informou à reportagem que a balsa segue interditada e que realizará contratação emergencial para iniciar as obras de reparação até quarta-feira (15).

Na hora do incidente, o sistema operava com lentidão em razão da força da maré. O DH informou imediatamente à Marinha, que iniciou uma perícia para identificar as causas do ocorrido. A investigação para entender o que causou o rompimento deve ser concluída até amanhã.

A sugestão é que os motoristas utilizem rotas alternativas, como a Rodovia Cônego Domênico Rangoni (SP-055).

Em nota, o Departamento Hidroviário afirmou que a manutenção dos flutuantes e pontes de acesso às balsas de todo o sistema é feita todos os meses e, a deste mês de junho, já havia sido realizada.

“Para ampliar a segurança de todas as travessias, o Departamento já iniciou um programa de reforma e troca dos flutuantes e rampas de acesso. Ainda nesta segunda-feira (13), foi entregue a rampa da gaveta de acesso à embarcação de veículos, do lado do Guarujá. Neste mesmo dia, iniciada a reforma de uma outra gaveta de acesso”, diz o comunicado.

“Uma outra gaveta já está em reforma para garantir ainda mais agilidade e conforto no embarque e desembarque. O lado Guarujá também já recebeu um novo píer, dois novos atracadores e uma nova rampa de acesso à balsa”, afirma o departamento. 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também