quarta-feira, 19 junho 2024
MORTES REGISTRADAS

Brasil atinge a marca de 3.000 mortes por dengue em 2024

No mesmo período do ano passado o país tinha 867 óbitos
Por
Felipe Gomes
Foto: Reprodução

O Brasil registrou 3.000 mortes por dengue apenas em 2024. O número de mortes é equivalente a pouco mais de 20 mortes por dia, desde o começo do ano. Nesse mesmo período do ano passado, o país registrava 867 óbitos. Este é o maior número desde o começo da série histórica, em 2000.

O último recorde foi registrado em 2023, com 1.179 mortes. Já o segundo recorde foi em 2022 com 1.053.

Segundo o Painel de Arboviroses do Ministério da Saúde, o país registrou, nas primeiras vinte semanas de 2024, os seguintes dados relacionados à doença: 5.213.564 casos, marca inédita, 3 mil mortes confirmadas;2.666 óbitos em investigação.

A estimativa para o este ano era de que o país registrasse 4,2 milhões de casos, segundo a secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Ethel Maciel. Mesmo antes do fim do 1° semestre, o número já foi batido.

Em fevereiro, a secretária de Vigilância em Saúde do Ministério da Saúde, Ethel Maciel, afirmou que a estimativa do Ministério da Saúde era de que o país registrasse, neste ano, 4,2 milhões de casos. Mesmo antes do fim do 1º semestre, esse número já foi batido.

De acordo com o Ministério da Saúde, uma pessoa pode contrair a dengue quatro vezes ao longo da vida. Isso ocorre porque uma mesma pessoa pode contrair os quatro sorotipos da doença, sendo eles: DENV-1, DENV-2, DENV-3 e DENV-4. Todas as faixas etárias estão igualmente suscetíveis à doença, porém pessoas com algum tipo de comorbidade podem ter os sintomas agravados.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também