Terça, 26 Outubro 2021

Brasil completa 180 dias seguidos de média móvel de mortes por Covid acima de 1.000

CotidianoMortes

Brasil completa 180 dias seguidos de média móvel de mortes por Covid acima de 1.000

As médias móveis de casos e mortes continuam em níveis elevados, apesar da redução recente. A média móvel de mortes agora é de 1.224 por dia, uma queda de 21% em relação ao dado de quatorze dias atrás 

Nesta segunda, o país registrou 615 mortes por Covid e 16.347 casos da doença, chegando assim a 542.877 óbitos e a 19.389.167 pessoas infectadas ( Foto: Agência Brasil)

Brasil completa 180 dias seguidos de média móvel de mortes por Covid acima de 1.000

O Brasil completou, nesta segunda-feira (19), 180 dias seguidos de média móvel de mortes acima de 1.000 óbitos por dia.

Nesta segunda, o país registrou 615 mortes por Covid e 16.347 casos da doença, chegando assim a 542.877 óbitos e a 19.389.167 pessoas infectadas.

As médias móveis de casos e mortes continuam em níveis elevados, apesar da redução recente. A média móvel de mortes agora é de 1.224 por dia, uma queda de 21% em relação ao dado de quatorze dias atrás. Já a de casos é de 40.594 infecções por dia, queda de 17% em relação há duas semanas.

A média é um instrumento estatístico que busca amenizar grandes variações nos dados, como costumam ocorrer em finais de semana e feriados. Ela é calculada pela soma do número de mortes dos últimos sete dias e a divisão do resultado por sete.

Os dados do país, coletados até às 20h, são fruto de colaboração entre Folha de S.Paulo, UOL, O Estado de S. Paulo, Extra, O Globo e G1 para reunir e divulgar os números relativos à pandemia do novo coronavírus. As informações são coletadas pelo consórcio de veículos de imprensa diariamente com as Secretarias de Saúde estaduais.

Os dados da vacinação contra a Covid-19, também coletados pelo consórcio, foram atualizados em 25 estados e no Distrito Federal.

O Brasil chegou, nesta segunda, a mais de 90 milhões de pessoas com a primeira dose da vacina contra a Covid. Ao todo, 90.026.281 tomaram ao menos uma dose do imunizante contra o Sars-CoV-2.

A iniciativa do consórcio de veículos de imprensa ocorreu em resposta às atitudes do governo Jair Bolsonaro (sem partido), que ameaçou sonegar dados, atrasou boletins sobre a doença e tirou informações do ar, com a interrupção da divulgação dos totais de casos e mortes. Além disso, o governo divulgou dados conflitantes. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 27 Outubro 2021

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/