Quarta, 25 Mai 2022

Chinelo preso em acelerador provoca acidente e morte de jovem

Brasil + MundoSão Paulo

Chinelo preso em acelerador provoca acidente e morte de jovem

Vídeo mostra um engavetamento com seis vítimas na Rodovia Anchieta; acidente foi causado por idosa de 79 anos  

A batida foi ocasionada pela condutora de uma SUV Jeep Compass de 79 anos que, em alta velocidade e sem controle, atingiu um Peugeot 207 onde estava uma mulher de 26 anos e seu filho de 2 anos (Foto: Divulgação)
Andreza, de 26 anos, vítima do acidente

Seis pessoas ficaram feridas e uma morreu em um engavetamento na Rodovia Anchieta, na segunda-feira (13), no km 11, perímetro urbano da capital paulista. Entre as vítimas está uma criança e a mãe dela, uma jovem de 26 anos que morreu. Imagens mostram o momento do acidente, provocado por uma idosa de 79 anos que teve o chinelo preso ao acelerador de um Jeep Compass.

Segundo informações do Setor de Comunicação da Ecovias, concessionária que administra o Sistema Anchieta-Imigrantes, o acidente ocorreu na pista local e envolveu quatro veículos de passeio.

A batida foi ocasionada pela condutora de uma SUV Jeep Compass de 79 anos que, em alta velocidade e sem controle, atingiu um Peugeot 207 onde estava uma mulher de 26 anos e seu filho de 2 anos, que havia acabado de sair do condomínio onde moram.

Com o impacto da batida, outros dois veículos foram atingidos. Diversas equipes da Polícia Militar Rodoviária, Corpo de Bombeiros, SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), socorridas da Ecovias e Helicóptero Águia da Polícia Militar foram mobilizados para o atendimento às vítimas.

A pista foi totalmente interditada para o atendimento da ocorrência, que durou cerca de quatro horas.

A motorista do Peugeot 207 vermelho ficou presa nas ferragens e morreu após ser atendida. Os socorridas precisaram cortar partes do automóvel que ficou destruído. A mulher identificada apenas como Andreza, de 26 anos, foi encaminhada em estado gravíssimo pelo Helicóptero Águia para o Hospital das Clínicas. Passou por cirurgias, mas não resistiu. O filho dela, de 2 anos, que estava no veículo, sofreu ferimentos leves.

Em depoimento, a condutora do Jeep informou que conduzia o veículo de chinelo e que o calçado se prendeu no acelerador do carro (que é automático). Ela também tentou pegar o celular que caiu no assoalho do veículo. Neste momento, não conseguiu tirar o calçado do pedal fazendo com que o veículo alcançasse alta velocidade. Descontrolado, o carro atingiu o veículo Peugeot de Andreza, que estava saindo do condomínio onde morava.

Devido ao impacto, o Peugeot foi projetado contra outros dois automóveis que estavam à frente.

Ao todo, foram contabilizadas seis vítimas, sendo que duas que estavam no Jeep saíram ilesas, duas tiveram ferimentos leves, uma está em estado grave e outra morreu. 

 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quarta, 25 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/