quarta-feira, 24 julho 2024

Deslizamento em rodovia no PR deixa carros soterrados, entre eles o de prefeito

Segundo PRF, buscas foram interrompidas na madrugada desta terça (28) por conta da instabilidade do tempo

O carro do prefeito de Guaratuba foi um dos atingidos no deslizamento de terra que ocorreu, na noite da segunda-feira, 28, na altura do km 669 da BR-376, em um trecho do litoral que liga os Estados do Paraná e de Santa Catarina. Pelas redes sociais, o prefeito Roberto Justus relatou como tudo aconteceu no momento em que ele e o motorista Cláudio Margarida foram surpreendidos com o desabamento da encosta.

“Uma coisa horrorosa. A montanha veio abaixo, nos carregou para cima dos outros carros e nós só estamos vivos por um livramento de Deus. Tanto eu quanto o Cláudio, nosso motorista, não nos machucamos, mas muita gente deve ter se machucado, porque era muita terra e pedra que veio para cima de todos os veículos”, relatou o prefeito em vídeo divulgado no Instagram.

O deslizamento ocorreu por volta das 19h15. A rodovia estava interditada nos dois sentidos devido às fortes chuvas e os veículos estavam parados na pista esperando uma possível liberação.

Além do prefeito e do motorista, outras pessoas que aguardavam em seus carros também foram atingidas pela lama. Até o momento, não há informações oficiais sobre mortos ou feridos neste deslizamento na rodovia.

Roberto Justus contou também que, no momento em que a montanha deslizou e o veículo virou, eles quebraram o vidro do carro e saíram correndo pela pista, até que foram socorridos por um funcionário da concessionária Arteris Litoral Sul (ALS), que faz a gestão da via. “Estamos em choque. Neste momento, a gente só pensa nas pessoas que ficaram lá”, destacou.

Santa Catarina

Pelo Twitter, o governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, relatou que havia informações preliminares sobre veículos soterrados e que equipes de bombeiros do Estado catarinense estavam prestando apoio ao trabalho de resgate.

A Arteris Litoral Sul acrescentou que a equipe da concessionária, juntamente com os órgãos de emergência, como Defesa Civil, Polícia Rodoviária Federal e Corpo de Bombeiros também estavam mobilizados no atendimento aos envolvidos.

Até a última atualização das Arteris Litoral Sul, a ligação entre os Estados do Paraná e Santa Catarina pelo trecho da Arteris Litoral Sul (BR-376/PR e BR-101/SC) segue interditada, sem previsão de liberação.

Os bloqueios ocorrem na praça de pedágio de São José dos Pinhais-PR, km 635 da BR-376/PR, na unidade operacional da PRF em Tijucas do Sul (km 662) e na praça de pedágio de Garuva, no km 1,3 da BR-101/SC.

A recomendação da concessionária é para que os condutores antecipem a manobra de retorno (evitando prosseguir até os bloqueios definitivos nas duas praças). As rotas alternativas indicadas neste momento para ligação entre os dois Estados são as vias BR-470 e BR-116.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também