Terça, 18 Janeiro 2022

Doria oferece Trem Intercidades na China

Doria oferece Trem Intercidades na China

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou ontem que um dos maiores grupos do mundo na área de ferrovias, a chinesa CRCC (China Railway Co

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou ontem que um dos maiores grupos do mundo na área de ferrovias, a chinesa CRCC (China Railway Construction Corporation), demonstrou interesse em investir em projetos de infraestrutura em São Paulo, especialmente no Trem Intercidades (TIC). 

O projeto do TIC, que vem sendo discutido pelo Governo de São Paulo desde 2013, prevê a implantação de um trem de passageiros para interligar a Capital a Campinas e posteriormente a Americana. Outro ramal é previsto para ligar São Paulo ao Vale do Paraíba. 

Ontem, no primeiro dia de reuniões de sua missão internacional à China, o governador esteve com o presidente da CRCC, Chen Feng Jian, a quem apresentou os projetos do governo na área de desestatização e infraestrutura. 

Orçado inicialmente em cerca de R$ 5,4 bilhões, o projeto do TIC deve ser feito, segundo prevê o governo, a partir de uma PPP (Parceria Público-Privada) que está sendo preparada para 2020. Por isso, o governo tem apresentado o projeto do TIC, entre outros no Estado, a investidores internacionais. 

"A visita do governador a Pequim demonstra o real interesse para fortalecer a relação bilateral entre Brasil e China e a confiança da cooperação comercial. Nós, da CRCC, considerarmos o Brasil, principalmente o Estado de São Paulo, como um mercado promissor para investimentos", destacou Feng Jian. 

A "Missão China" é a quarta missão empresarial de São Paulo no mercado externo em 2019 e a maior de todas. Em busca de investimentos para o Estado de São Paulo, Doria, junto com um grupo de empresários e secretários de Estado, desembarcou ontem em Pequim, onde fica até dia 11, com agenda também nas províncias de Xian e Xangai. 

"Teremos duas inovações, pois estamos levando 35 empresas brasileiras para o contato direto com investidores internacionais. O segundo fator inovador é a abertura do escritório da InvestSP em Xangai, na China, no próximo dia 9 de agosto. O escritório vai ser um ponto de apoio para as empresas brasileiras, localizadas em São Paulo, na exportação de produtos e serviços. Além de apoiar o Governo no programa de desestatização, que é parte significativa na agenda de relação com a China", declarou o governador. 

GOVERNO 'PRONTO' 

Em evento em Campinas na última semana, o vice-governador do Estado, Rodrigo Garcia, garantiu que o Trem Intercidades vai sair do papel. "Dentro do programa de concessão e privatização do Governo do Estado de São Paulo temos o objetivo de contratar 21 projetos e dentre eles está o TIC ligando São Paulo e Campinas até Americana e depois São Paulo e outras regiões do Estado. O Governo do Estado está pronto para fazer o TIC", afirmou Garcia. 

Ainda segundo o vice-governador de São Paulo, o próximo passo é com o Governo Federal. "Os estudos de viabilidade já estão feitos e dependemos fundamentalmente da nova contratualização das ferrovias responsáveis por esses trechos. A União deve estabelecer no contrato a obrigatoriedade do compartilhamento das vias para o Governo do Estado de São Paulo para transporte de passageiros", ressaltou Garcia. 

Segundo ele, o intuito é que o trem, que andará a 240 quilômetros por hora, utilize biodiesel que é menos poluente, mais econômico e eliminaria a necessidade de eletrificação.

 
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Terça, 18 Janeiro 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/