terça-feira, 27 fevereiro 2024

Feliciano reafirma que Lula vai fechar igrejas; PT ameaça ação na Justiça

O parlamentar respondeu ao questionamento feito pela reportagem de que o PT estuda acioná-lo na Justiça por fake news 

Foto: Raquel Cunha/Folhapress

O pastor Marco Feliciano (PL-SP) reafirmou que a comunidade evangélica tem “muito receio” de um eventual governo de Luiz Inácio Lula da Silva (PT), e que o partido do ex-presidente é a “expressão viva do mal” no Brasil.

“Existem muitas formas de se fechar uma Igreja. Uma delas é calando os pastores ou obrigando religiosos a terem condutas anti bíblicas. A igreja fisicamente estará aberta, mas na prática estará fechada”, diz ele.

O parlamentar respondeu ao questionamento feito pela reportagem de que o PT estuda acioná-lo na Justiça por fake news. Nesta segunda-feira (15), a presidente da sigla, Gleisi Hoffmann, disse que o partido averigua entrar com representação contra o deputado. “Lula governou esse país por oito anos. Quando é que fechou uma igreja, perseguiu evangélicos, um pastor?”, disse Gleisi Hoffman. Ela lembrou ainda que Lula sancionou a lei da liberdade religiosa e a que criou o Dia Nacional da Marcha para Jesus.

Feliciano, que também é pastor evangélico da Assembleia de Deus Ministério Catedral do Avivamento, afirmou no domingo (14) à rádio CBN que “alertou” os fiéis de que uma suposta “perseguição” do pré-candidato à Presidência pelo PT poderia “culminar no fechamento de igrejas”.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também