terça-feira, 20 fevereiro 2024

Giro

Stonehenge espanhol • Temporal • Turquia 

NA ESPANHA | Círculo de pedras fica em Cáceres (Foto: Reprodução)

 ‘Stonehenge espanhol’ fica visível pela 4ª vez em 96 anos após seca no país

Um efeito colateral da pior seca da Espanha deixou à mostra um círculo de pedras préhistóricas em uma represa na província de Cáceres. Segundo a agência de notícias Reuters, a estrutura é oficialmente conhecida como o dólmen de Guadalperal, mas recebeu o nome de Stonehenge espanhol, em referência ao britânico. Acredita-se que a estrutura é de 5000 a.C. Ela está totalmente exposta em um canto do reservatório de Valdecanas, onde as autoridades afirmam que o nível da água caiu para 28% da capacidade. “É uma surpresa; é uma rara oportunidade de poder acessá-lo”, disse o arqueólogo Enrique Cedillo, da Universidade Complutense de Madri. Ele é um dos especialistas que está estudando o círculo antes que ele volte a ficar submerso.

Temporal no Rio Grande do Sul atingiu 37,5 mil pessoas e deixou 20 sem casa

A Defesa Civil gaúcha divulgou nesta quintafeira (18) um balanço dos danos ocasionados pelo temporal de curta duração, mas de alta intensidade, ocorrido no início da noite de segunda-feira (15). Segundo o órgão estadual, 37,5 mil pessoas foram afetadas de alguma forma pelo temporal. O número leva em conta desde casos extremos, como pessoas que perderam suas casas, até famílias que procuraram os órgãos municipais para receber algum tipo de material, como lonas para cobrir os danos ocasionados pela chuva de granizo. O município com mais pessoas atingidas foi Eldorado do Sul, na região metropolitana de Porto Alegre, em que 16 mil foram afetados. Empresas, prédios públicos e privados sofreram danos principalmente em razão de granizo.

Turquia diz estar do lado da Ucrânia e fecha acordo para reconstruir país

O presidente da Turquia, Recep Tayyip Erdogan, afirmou nesta quinta-feira (18) que seu país está do lado da Ucrânia na guerra contra a Rússia. “Enquanto continuamos nossos esforços para encontrar uma solução, permanecemos ao lado de nossos amigos ucranianos”, disse. A declaração, que poderia soar como a repetição de outras manifestações de apoio por parte de aliados de Kiev, chama a atenção por contrastar com os passos recentes de Erdogan -nos últimos meses, o turco vinha se aproximando de seu homólogo russo, Vladimir Putin. Há duas semanas, por exemplo, os dois líderes estiveram juntos em Sochi, no sul da Rússia.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também