terça-feira, 23 abril 2024

Governo de SP apresenta projeto do Trem Intercidades na Europa e desperta interesse de empresas espanholas

Linha férrea vai ligar a capital São Paulo a Campinas, com investimento previsto de R$ 12,7 bilhões

Fotos: Divulgação / Governo de SP

O projeto de mobilidade do Estado para a construção da linha férrea que vai ligar a capital paulista a Campinas foi apresentada pelo secretário Lucas Ferraz (Negócios Internacionais), nesta quarta-feira (29) a um grupo de investidores em Madri, na Espanha.

A primeira reunião sobre o trem Intercidades foi com a diretoria da empresa espanhola OHLA, que tem um escritório aberto em São Paulo. Ferraz apresentou o projeto e vai seguir as conversas com representantes de empresa em São Paulo.
Conforme o TODODIA noticiou, o Governado de São Paulo autorizou na segunda-feira (27), a licitação para o Trem Intercidades com prazo de 30 anos a empresa vencedora da licitação. (Relembre a notícia aqui)
O governador Tarcísio de Freitas (Republicanos) volta a integrar a comitiva nesta quinta-feira (30). Ele se junta à equipe em Paris, onde vai participar de reuniões com empresas locais.
Tarcísio passou por procedimento cirúrgico e precisou retirar um cálculo renal. Ele realizou novos exames nesta quarta-feira (29) e foi liberado pela equipe médica que o atendeu em Londres (Inglaterra).
Com investimento previsto de R$ 12,7 bilhões, o Trem Intercidades Eixo Norte vai construir linhas de trens que vão ligar São Paulo, Jundiaí e Campinas, além de Francisco Morato. “A modelagem dos projetos das PPPs chamou muita atenção por conta da mitigação de riscos, especialmente risco de demanda e risco cambial. São aspectos novos e que estão sendo valorizados por investidores e operadores das PPPs”, afirmou Ferraz.
Depois a comitiva se reuniu com representantes de outra empresa, a Aena, em Madri. Na reunião, o secretário apresentou o portfólio de projetos do estado de São Paulo. A Aena é uma operadora espanhola que já arrematou a concessão de 11 aeroportos brasileiros, inclusive o de Congonhas, em São Paulo.
A comitiva do Governo de São Paulo ainda apresentou portfólio de projetos do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI-SP) em almoço na Casa de América, em Madri. Representantes do governo ainda se reuniram com Manuel Manrique Cecília, CEO da Sacyr (grupo espanhol que atua no setor de construção).
A última agenda foi com o Grupo ACS. Entre as maiores construtoras do mundo, a ACS não participava deste setor no Brasil. Com a apresentação do portfólio se mostraram bastante interessados.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também