quarta-feira, 22 maio 2024

Idosa morre após queda de ônibus em movimento no Rio

Um homem já tinha morrido dois dias antes em decorrência de acidente semelhante na região central da cidade. 

Maria da Gloria, 79 anos, chegou a ser socorrida e encaminhada a um hospital, mas não resistiu (Foto: Reprodução)

 Uma idosa morreu depois de ser arremessada de um ônibus em movimento na tarde da última quinta-feira (3), no bairro de Vila Valqueire, na zona oeste do Rio de Janeiro. Um homem já tinha morrido dois dias antes em decorrência de acidente semelhante na região central da cidade.

De acordo com informações do Corpo de Bombeiros, Maria da Glória Silva, de 79 anos, sofreu a queda na Rua Luiz Beltrão, na altura da Praça da Amizade, quando estava a bordo de um coletivo da linha 783, que faz o trajeto Marechal Hermes – Praça Seca. Os agentes foram acionados por volta de 15h15 de quinta-feira, e levaram a idosa, que era cadeirante, para o Hospital Municipal Salgado Filho, no Méier, zona norte da cidade. A vítima, no entanto, não resistiu aos ferimentos.

O caso foi registrado na 28ª Delegacia de Polícia, da Praça Seca A Polícia Civil informou ter ouvido o motorista do ônibus e testemunhas. Agentes ainda analisam imagens de câmeras de segurança para apurar o ocorrido.

Na manhã de terça-feira (1º), o passageiro Charles da Conceição também morreu depois de cair de um ônibus da linha Troncal 7, que faz o percurso Central – Cosme Velho, na região central do Rio. Ele estava perto da porta e foi arremessado para fora quando o veículo fez uma curva fechada.

O motorista do ônibus disse, em depoimento prestado na 6ª Delegacia de Polícia, da Cidade Nova, que a porta do veículo estava com defeito. A Rio Ônibus informou, em nota, que o veículo tinha apenas dois meses de uso. A polícia pediu imagens das câmeras internas do ônibus para investigar as circunstâncias do acidente.

A Secretaria Municipal de Transportes (SMTR) informou, em nota, que aplicará multas contratuais no valor de R$ 16 milhões a cada um dos consórcios envolvidos nos acidentes, o Intersul e o Transcarioca.

“A secretaria também suspenderá, a partir das datas dos acidentes, o pagamento do subsídio aos veículos envolvidos da linha Troncal 7 (Central -Cosme Velho) e da linha 783 (Marechal Hermes x Praça Seca), até que sejam vistoriados e liberados”, declarou.

A SMTR informou que começaria na sexta-feira, 4, uma operação especial de vistoria de ônibus em todas as garagens para verificação do estado de conservação em geral da frota.

“A ação começará pelos veículos das empresas Transurb, vinculada à linha Troncal 7, do Consórcio Intersul, e Auto Viação Três Amigos, responsável pela linha 783, do Consórcio Transcarioca”, afirmou a SMTR. “A partir da próxima semana, as equipes de fiscalização prosseguirão com os trabalhos de vistoria nas garagens para averiguar as condições dos ônibus. Em caso de irregularidades, os consórcios responsáveis serão autuados e os veículos, dependendo do estado de conservação, podem ser lacrados até que recebam os reparos necessários.”

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também