segunda-feira, 24 junho 2024

IPVA São Paulo: confira calendário e valores para 2023

App Zul+, da Estapar, apresenta dicas de como efetuar o pagamento do tributo

Foto: Divulgação

O calendário do pagamento do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores) 2023 de São Paulo foi divulgado pelo governo estadual. Para o próximo ano, o tributo pode ser pago em quota única com vencimento no mês de janeiro (desconto de 3%) ou parcelado em até cinco vezes, a depender do valor do tributo. Para garantir o desconto, os proprietários dos veículos precisam quitar a taxa integralmente até a data limite da primeira parcela.

O total a ser pago depende do modelo do carro, moto ou caminhão. O imposto é calculado a partir de uma alíquota definida em cada estado sobre o valor de mercado do automóvel. Em São Paulo, a alíquota definida foi de 4% para carros de passeio, 2% para motocicletas, caminhonetes e ônibus, 1,5% para caminhões e 1% para veículos destinados à locação.

Assim, um veículo de passeio que custa R$ 50 mil terá o valor do IPVA de R$ 2 mil. Para fazer o cálculo, basta o motorista, sabendo o preço do veículo, multiplicar esse número por 0,04. Para os outros modelos, o correto é multiplicar por 0,02; 0,015 e 0,01.

Vale destacar que, de acordo com a Secretaria da Fazenda e Planejamento do Estado de São Paulo, a frota estadual total é de aproximadamente 27 milhões de veículos. Destes, 17,9 milhões estão sujeitos ao recolhimento do IPVA e a estimativa é que a arrecadação com o imposto atinja R$ 23,4 bilhões em 2023. Por outro lado, 8,5 milhões estão isentos por terem mais de 20 anos de fabricação, enquanto outros 920 mil são considerados isentos, imunes ou dispensados do pagamento, como taxistas, pessoas com deficiência, igrejas, entidades sem fins lucrativos, veículos oficiais e ônibus/micro-ônibus urbanos.

Atraso

O atraso no pagamento do IPVA não é uma infração de trânsito, mas implica no acréscimo de juros no valor do imposto. Quem não quitar o IPVA também não conseguirá fazer o licenciamento do veículo, outra taxa que deve ser paga, porém, com vencimento em outro momento do ano. De acordo com o CTB (Código de Trânsito Brasileiro), conduzir um veículo que não está registrado e devidamente licenciado é uma infração gravíssima. A multa neste caso é de R$ 293,47 e 7 pontos na CNH.

Sem o licenciamento em dia, o veículo também não pode ser transferido e ainda pode ser retido em uma blitz policial, caso represente um risco à segurança. Além disso, o nome do proprietário é incluído na dívida ativa e também na lista de devedores do SPC, Serasa e SCPC.

Dicas para pagar o IPVA

Para o imposto não pesar tanto no bolso, guardar uma parte do 13º salário de 2022 é uma alternativa. Outra solução é fazer o pagamento pelo aplicativo Zul+, plataforma criada para facilitar a vida de quem dirige. “Com o aumento dos preços dos veículos, o IPVA 2023 ficou mais caro também. Assim, para quem não quiser comprometer a renda, o app oferece a possibilidade de pagamento no cartão de crédito em até 12 vezes”, afirma André Brunetta, co-fundador do app Zul+ e Diretor de Inovação e Digital da Estapar.

O IPVA só é quitado ao final da última parcela para quem opta pelo parcelamento com o governo. Já com Zul+, o motorista pode parcelar em até 12 vezes e a empresa quita o tributo integralmente junto à Secretaria da Fazenda, regularizando o IPVA em até dois dias úteis. Pelo aplicativo também é possível quitar o imposto com Pix ou Google Pay e Apple Pay.

Outra possibilidade é consultar os débitos (incluindo licenciamento atrasado e multas) e pagar através da plataforma web da Zul Digital, ou seja, sem a necessidade de baixar o app. No momento, é possível efetuar o pagamento apenas via Pix, pois a ferramenta web ainda não permite a utilização do cartão de crédito, função que deve ser disponibilizada em breve.

“Consideramos muito importante a inovação em todos os serviços oferecidos pelo Zul+. Nosso objetivo é contribuir o máximo possível para a mobilidade urbana e fluidez da cidade. A possibilidade de quitar o IPVA via app é mais uma solução oferecida a quem dirige que garante praticidade e agilidade no dia a dia dos cidadãos”, conclui Beto Costa, diretor On Street da Estapar. 

Foto: Divulgação

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também