sexta-feira, 24 maio 2024

Maquinista morre depois de mais de 7 horas de resgate

O Corpo de Bombeiros conseguiu, por volta das 14h30 de hoje (27), retirar o maquinista das ferragens dos trens que colidiram na Estação São Cristóvão, na zona norte do Rio de Janeiro.

Após mais de sete horas preso às ferragens, o homem foi retirado com uma máscara de oxigênio e deitado em uma maca. Os primeiros socorros prestados à vítima pelos bombeiros, ainda na plataforma da estação de trem, chamaram a atenção dos passageiros, que acompanharam o trabalho de outras plataformas e passarelas.

Segundo os bombeiros, mesmos depois de mais de 20 minutos de reanimação, o maquinista não resistiu e morreu.

De acordo com informações dos bombeiros, durante boa parte do resgate ele estava lúcido e conversando. O maquinista, ainda preso nas ferragens, recebeu oxigênio e também soro.

As oito outras vítimas da colisão tiveram ferimentos leves e foram levadas para os hospitais municipais Souza Aguiar e Salgado Filho. Todas já tiveram alta hospitalar.

O acidente aconteceu às 6h55 da manhã. Até agora a Supervias não se pronunciou sobre as causas do acidente.

 

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também