quarta-feira, 28 fevereiro 2024

Motorista que caiu no Portão do Inferno em maio recebe alta

Ele estava internado há três meses no Hospital Municipal de Cuiabá (MT) 

Daniel Francisco Sales, 65, motorista de um caminhão carregado com galões de água que caiu no Portão do Inferno, recebeu alta do hospital nesta segunda-feira (15). O local do acidente é um precipício de 75 metros de altura na MT-251, na Chapada dos Guimarães, em Mato Grosso.

Ele estava internado há três meses no Hospital Municipal de Cuiabá (MT), passando por seis cirurgias, entre elas quatro cirurgias ortopédicas, uma cirurgia para reparar a fratura na mandíbula, uma cirurgia para enxerto e 66 sessões em câmara hiperbárica.
Por meio da assessoria do hospital, ele agradeceu pelos cuidados recebidos.

“Ir para a casa é a melhor coisa do mundo. Eu não esperava ficar tão bem, estou sem palavras para expressar minha emoção por estar vivo e recuperado. À administração da unidade hospitalar e aos profissionais da saúde recebam minha eterna gratidão”.

Na época do acidente, os envolvidos no resgate se surpreenderam por ele ter sobrevivido. Agora, o caminhoneiro já pensa em encontrar os socorristas para agradecer.

O pior já passou. Estou transbordando felicidade, se eu pudesse gostaria de estender minha relação com os profissionais da saúde fora do hospital, espero um dia encontrar com todos para conversar e externar meu carinho para com eles.

Após a recente alta, Francisco espera voltar logo ao trabalho, mas terá de voltar ao hospital para prosseguir com o tratamento. “Ainda tenho algumas limitações, estarei finalizando a minha recuperação em casa, mas com acompanhamento médico. Tenho que continuar com as sessões na câmara hiperbárica”.

Paulo Rós, diretor-geral ECSP (Empresa Cuiabana de Saúde Pública) explicou que as sessões na câmara hiperbárica foram essenciais para evitar sequelas. “Além das múltiplas fraturas e escoriações que ele sofreu, o agravante foi à fratura exposta do pé, fator este que necessitou das inúmeras sessões da câmara hiperbárica”.

A câmara usada pelo motorista auxilia no tratamento de corpo inteiro para tratar e reabilitar uma pessoa. Grandes atletas, como Hulk e Cristiano Ronaldo, utilizam o equipamento médico que permite respirar oxigênio puro dentro de uma câmara, ajudando na reparação dos tecidos. Os defensores do tratamento acreditam que a circulação sanguínea aumenta e melhora o sistema imunológico, diminuindo a fadiga e ajudando a cicatrizar as lesões mais rapidamente.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também