segunda-feira, 27 maio 2024

Piloto relata luzes ‘não identificadas’ em Porto Alegre durante voo da Latam

A conversa com a controladora de tráfego aéreo foi gravada pela câmera da Central de Controle do Aeroporto Salgado Filho 

Piloto de avião que sobrevoava Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, por volta das 23 horas do sábado, 5, relatou ter avistado objeto voador não identificado (óvni). Tratava-se de luzes que “se cruzavam” ao sul da cidade. A conversa com a controladora de tráfego aéreo foi gravada pela câmera da Central de Controle do Aeroporto Salgado Filho.

“Por gentileza, só por curiosidade, tem algum ‘reporte’ de algum objeto na posição de 10 para 11 horas, praticamente sobre Porto Alegre, um pouquinho ao sul?”, questiona o piloto, que se identifica como responsável pelo voo 3406 da Latam. Ao que recebe resposta negativa da atendente, ele continua: “Umas luzes, às vezes apagam, acendem. “Tem umas luzes. Por vezes, elas apagam, acendem. Às vezes são uma, às vezes são duas ou três.”

Alguns minutos depois, o piloto volta a falar com a central. “A gente continua avistando as luzes. Agora, de uma outra perspectiva ela está bem ao sul de Porto Alegre, sentido Argentina. As luzes continuam aparecendo e se cruzando no céu.”

O voo 3406 deixou o Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo, às 21h55, e pousou em Porto Alegre às 23h31.

Ao jornal O Estado de S. Paulo, a empresa Latam Airlines apenas informou “seus tripulantes são treinados e orientados a reportarem qualquer eventualidade de forma imediata ao controle de tráfego aéreo para as devidas orientações”. “A companhia reitera que segue os mais elevados padrões de segurança, atendendo aos regulamentos das autoridades nacionais e internacionais”, completou, em nota.

Por mais que óvni pareça remeter imediatamente a especulações sobre extraterrestres, a sigla é usada para qualquer objeto no céu que não se possa saber de imediato sua origem natural, de acordo com a definição apresentada pelo Arquivo Nacional (Sian) do governo federal. Logo, pode ser um drone, uma estrela, um satélite ou um balão meteorológico, por exemplo.

Em 2018, o Arquivo Nacional informou que, de 1952 até 2016, tinha 743 registros sobre a aparição de objetos não identificados no País.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também