sexta-feira, 12 abril 2024

Presidente do TSE pede eleição livre e que não haja ‘volta ao passado’

  Moraes também se manifestou e defendeu absoluto respeito à democracia

Luís Roberto Barroso voltou a defender eleições livres – Divulgação/TSE

Em publicação nas redes sociais neste 7 de setembro, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, pediu que sejam garantidas no país “eleições livres, limpas e seguras”. Barroso, que é ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), defendeu ainda que não haja “volta ao passado”.

A postagem foi feita horas antes do discurso do presidente Jair Bolsonaro diante de milhares de manifestantes em voltou a atacar o STF e fazer ameaça golpista. Na publicação, o presidente do TSE destacou que é preciso haver espaço para todos no país: “Brancos, negros e indígenas. Civis e militares. Liberais, conservadores e progressistas”, escreveu.

O ministro do STF Alexandre de Moraes também se manifestou nas redes sociais por ocasião do Dia da Independência. “Nesse Sete de Setembro, comemoramos nossa Independência, que garantiu nossa Liberdade e que somente se fortalece com absoluto respeito a Democracia”, escreveu Moraes.

O feriado do Dia da Independência é marcado por atos contrários e favoráveis ao governo federal em várias cidades brasileiras. Em Brasília, apoiadores do presidente Jair Bolsonaro reúnem-se na Esplanada dos Ministérios, enquanto opositores se concentram ao lado da Torre de TV.

Em São Paulo, grupos favoráveis ao presidente Jair Bolsonaro se concentram na região da Avenida Paulista, entre a Praça do Ciclistas e a Avenida Brigadeiro Luís Antônio. O ato do Grito dos Excluídos e os movimentos que vão protestar contra o governo ficarão no Vale do Anhangabaú, no Centro da cidade.

No Rio de Janeiro, a manifestação favorável ao governo ocorre em Copacabana. No centro da cidade, está marcada a concentração do Grito dos Excluídos.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também