sexta-feira, 19 julho 2024

São Paulo fará testes em massa a partir de 15 de maio

ideia é testar pessoas que tiveram contato com os pacientes com Covid-19, mas que permaneceram assintomáticos por mais de 14 diasideia é testar pessoas que tiveram contato com os pacientes com Covid-19, mas que permaneceram assintomát

A partir de 15 de maio, o Governo de São Paulo vai iniciar a aplicação de testes rápidos para identificação de coronavírus mesmo para as pessoas assintomáticas, que não desenvolveram sintomas da doença.

A ideia é testar pessoas que tiveram contato com os pacientes com Covid-19, mas que permaneceram assintomáticos por mais de 14 dias.

O teste rápido identifica, em cerca de 15 minutos, a presença de anticorpos do vírus no sangue. Para aqueles pacientes com os sintomas, mesmo leves, será indicado o exame de RT-PCR, que é aplicado na fase aguda da doença.

Segundo o diretor do Instituto Butantan, Dimas Covas, membro do Centro de Contingência do Coronavírus de São Paulo, o aumento da testagem na população paulista foi dividida em fases. Na primeira serão feitos cerca de 1 milhão de exames rápidos – sendo 500 mil comprados pelo Instituto Butantan e o restante, enviados pelo Ministério da Saúde aos municípios do Interior.

Nessa primeira fase, além dos policiais, serão também testadas, independentemente de terem tido contato com pessoas infectadas, os profissionais das áreas de saúde e de segurança pública, presos, doadores de sangue e pessoas que vivem em asilo.

Na segunda fase, serão testados os familiares de pacientes internados.

icos por mais de 14 dias

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também