terça-feira, 18 junho 2024

Três crianças morrem carbonizadas em incêndio na zona norte de São Paulo

O fogo começou por volta das 17h de sexta-feira (2), na residência em que as vítimas moravam  

O incêndio atingiu o imóvel e um veículo que estava na garagem (Foto: Reprodução/TV Globo)

Três crianças morreram carbonizadas em um incêndio na residência onde moravam com os pais e tios, na Vila Guilherme, zona norte de São Paulo. O fogo começou por volta das 17h de sexta-feira (2). Além das vítimas, duas de 3 anos e uma de 5, o cunhado e a mãe, uma costureira boliviana de 23 anos, também estavam presentes no momento da ocorrência.

A equipe da Subprefeitura de Vila Maria/Vila Guilherme realizou a interdição total do imóvel atingido pelo fogo, após vistoria da Defesa Civil. Não houve necessidade de interdição de residências nos arredores da rua Euchário Rebouças de Carvalho.

O incêndio atingiu o imóvel e um veículo que estava na garagem. A morte das vítimas foi constatada no local.

Em depoimento à polícia, a mãe das crianças afirmou que estava na cozinha fazendo um chá quando saiu do cômodo por alguns instantes. Ao voltar, foi surpreendida por uma fumaça em grande quantidade e com os gritos das crianças. Ela foi até os fundos do imóvel e pediu ajuda de seu cunhado, mas quando ele chegou ao local, não havia mais condições de socorrer as vítimas. Um dos adultos foi socorrido por inalação de fumaça e encaminhado ao PS (Pronto-Socorro) Santana.

A Prefeitura de São Paulo afirmou, por meio de nota da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, ter ofertado acolhimento à família atingida pelo incêndio, mas os moradores preferiram ir para a casa de familiares ou amigos. A secretaria também afirmou que distribuiu às vítimas cinco colchões, cinco cobertores, cinco kits de higiene pessoal, uma cesta básica e um kit de limpeza.

Foram requisitadas perícias ao local e exames ao Instituto de Criminalística e IML (Instituto Médico Legal). O caso foi registrado como incêndio culposo (sem intenção) e morte suspeita pelo 9º DP (Carandiru). Policiais militares foram acionados via Copom e o Corpo de Bombeiros atuou com oito viaturas, além de apoio da unidade de suporte avançado.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também