Quarta, 17 Agosto 2022

Trump prevê pacote econômico de quase U$ 1 trilhão nos EUA

Trump prevê pacote econômico de quase U$ 1 trilhão nos EUA

O governo Donald Trump anunciou ontem (17) que está trabalhando para enviar dinheiro diretamente às famílias americanas como parte de um pacote de est

O governo Donald Trump anunciou ontem (17) que está trabalhando para enviar dinheiro diretamente às famílias americanas como parte de um pacote de estímulo à economia que pode chegar a US$ 1 trilhão, em uma tentativa de conter o impacto da pandemia do coronavírus nos Estados Unidos.

A medida marca uma das maiores investidas fiscais de emergência da história americana, em um movimento agressivo da Casa Branca em conjunto com o Congresso para responder à crise que já fechou escolas, fábricas, bares e restaurantes e atingiu o comércio e os negócios do país.

"Vai ser grande e vai ser ousado", afirmou Trump, referindo-se ao pacote que ainda está em negociação no Congresso. Segundo o presidente, há entusiasmo no Legislativo com as medidas.

As discussões ganharam caráter de urgência com a gravidade dada ao cenário econômico pelo próprio presidente.

No início da crise, Trump chegou a minimizar as consequências do coronavírus, mas na segunda-feira (16) fez um apelo para que americanos ficassem em casa e admitiu inclusive a possibilidade de os EUA entrarem em recessão.

Parlamentares, como o senador republicano Mitt Romney têm discutido o pagamento de US$ 1 mil. Há parlamentares democratas, como o senador Cory Booker, por sua vez, que pressionam por um valor maior, de US$ 2 mil, para famílias que atinjam até uma certa faixa salarial.

Além do envio de dinheiro diretamente aos americanos, a Casa Branca também pretende repassar cerca de US$ 50 bilhões para o setor de empresas aéreas, que vem sofrendo com as restrições de voos.

O pacote de US$ 1 trilhão será além dos US$ 100 bilhões aprovados pela Câmara semana passada - também na esteira da crise - que prevê licença médica paga, seguro-desemprego e outros benefícios a trabalhadores afetados pela pandemia.

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/