sábado, 15 junho 2024

UNICAMP desenvolve ferramenta capaz de identificar “deep fakes”

 Tecnologia busca combater vídeos falsos, quando o rosto ou imagens de pessoas são trocados em imagens realistas

 Pesquisadores do Laboratório de Inteligência Artificial da Unicamp desenvolveram uma ferramenta capaz de identificar e desmascarar vídeos que propagam a desinformação com conteúdos falsos na internet.

A tecnologia foi criada em parceria com a Universidade de Hong Kong e tem foco nas famosas “deep fakes”, que são conteúdos com o rosto ou a voz de uma pessoa trocados dando a entender que aquela pessoa teria feito ou falado algo que não seja verdadeiro.

Para melhor compreensão, citamos o caso que aconteceu durante a corrida eleitoral do ano passado, quando um vídeo do Jornal Nacional (Rede Globo) foi adulterado para afirmar que o candidato Jair Bolsonaro (PL), estaria à frente em uma pesquisa de intenção de voto, quando na verdade a pesquisa apontada o oposto.

O programa atua para localizar pequenas falhas nas montagens do vídeo, denominada pelos pesquisadores de ruídos.

Os pesquisadores apontam que devido a enxurrada de desinformação, é necessário que a tecnologia esteja sempre em aprimoramento, incluindo formas para que a ferramenta também reconheça adulterações em áudios.

A ferramenta pode ser baixada gratuitamente, por qualquer pessoa, no site do Laboratório de Inteligência Artificial da Unicamp, o recod.ai. (hiperlink https://recod.ai/ )

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também