Quarta, 25 Mai 2022

Vale evacua bairro em área próxima a barragem em Nova Lima

Vale evacua bairro em área próxima a barragem em Nova Lima

Cerca de 200 moradores estão sendo evacuados em Nova Lima (MG), no Jardim Canadá, na noite deste sábado (16), segundo a Defesa Civil de Minas Gerais.E
Cerca de 200 moradores estão sendo evacuados em Nova Lima (MG), no Jardim Canadá, na noite deste sábado (16), segundo a Defesa Civil de Minas Gerais.

Eles estão em áreas próximas a duas barragens da Mina Mar Azul da Vale, a B2 e a B3, com aproximadamente 3 milhões de metros cúbicos de rejeitos. Rlas ficam no distrito de São Sebastião das Águas Claras, conhecido como Macacos, a 25 quilômetros de Belo Horizonte.

A decisão foi tomada após uma auditoria se negar a atestar a estabilidade da barragem, que está inativa, e ser acionado o nível 2 do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM) da Vale.

Segundo a Vale, a estrutura das duas barragens é a montante, mesmo modelo das de Brumadinho e de Mariana, e está dentro das 10 que a empresa prometeu desativar, com classificação baixo risco de ocorrência de acidente, mas alto risco de dano potencial.

SINAL DE ALERTA

Atualmente, as barragens estão no nível 2, que determina a saída das pessoas. A sirene soou por volta das 20h20, de acordo com os moradores.

São 49 casas que estão no plano de emergência. Porém, a evacuação não significa que a barragem está para se romper, mas que o nível de risco passará de 1 para 2, já que auditoria que fez a fiscalização não atestou sua segurança.

Em nota, a Vale informou que "a decisão é uma medida preventiva e se dá após a revisão dos dados dos relatórios de análise de empresas especializadas contratadas para assessorar a Vale. Cabe ressaltar que a estrutura está inativa e essa iniciativa tem caráter preventivo". As pessoas serão acomodadas em hotéis da região.

EVACUAÇÃO
É a terceira evacuação próxima à barragens em Minas desde que a da barragem da mina Córrego do Feijão se rompeu em Brumadinho no dia 25 de janeiro - a tragédia deixou ao menos 166 mortos e 145 pessoas desaparecidas.

No dia 8 de fevereiro, as cidades Barão de Cocais, a 100 km de Belo Horizonte, e Itatiaiuçu, na região metropolitana, foram evacuadas diante do risco de novas tragédias com reservatórios.

Moradores da comunidade de Macacos, também em Nova Lima, que convivem com a barragem do Capão da Serra, também alarmam o medo de uma tragédia por lá.

A Vale instalou, no final de 2018, seis sirenes de alertas e anunciou para junho próximo um simulado para evacuação de parte dos moradores.

No dia 30 de janeiro, logo após o rompimento em Brumadinho, um boato disseminado em grupos de WhatsApp de que uma das sirenes foi acionada provocou alvoroço.

Houve gente correndo pelas ruas e pessoas que faltaram ao trabalho por receio de se aproximar da barragem.

Com informações da Folhapress
 

Comentários:

Nenhum comentário feito ainda. Seja o primeiro a enviar um comentário
Já Registrado? Acesse sua conta
Visitante
Quinta, 26 Mai 2022

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/