domingo, 21 julho 2024
RESTAURAÇÃO

Prefeitura, Condepham e engenheiros da OES fazem visita ao Casarão do Salto Grande

Foram feitas análises visuais das condições do prédio que deve passar por restauração em janeiro de 2024
Por
Ana Flávia Defavari
Fotos: Divulgação | Prefeitura de Americana

Foi realizada nesta quarta-feira (13), uma visita técnica ao Museu Histórico e Pedagógico “Dr. João da Silva Carrão”, o Casarão do Salto Grande com os integrantes do Condepham (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico de Americana), os representantes da empresa OES Engenharia e Construções e a Prefeitura de Americana.

Participaram desta visita a secretária de Cultura e Turismo, Marcia Gonzaga Faria, o diretor municipal de Cultura, Deoclécio Antônio de Souza, o presidente do Condepham, Diego Bernardo, acompanhado dos representantes do Conselho, Helinton Escorpeli, Marco Antonio Alves Jorge e Elisabete Bonin, o engenheiro civil da empresa OES, Vagner Veneciano, e a historiadora e responsável pelo Museu, Carla Elizabete Guedes.

Durante a visita foram analisadas visualmente as condições do prédio que teve a primeira fase do projeto de restauro aprovado pelo Ministério da Cultura, esta etapa reúne a reforma da fachada lateral esquerda e as obras devem começar apenas após a captação de recursos. O projeto tem prazo de um ano, a partir de 2 de janeiro de 2024.

Começando a ser restaurado através da Lei Rouanet com um valor total aprovado de R$2.696.146,34, as obras incluirão a substituição das madeiras deterioradas que fazem parte da estrutura das paredes e sustentam o assoalho, a remoção total da pintura da fachada e de cinco centímetros de espessura da parede externa. Material esse que será tratado e transformado em uma nova argamassa para o novo reboco da parede que irá retirar as trincas e fissuras devolvendo a harmonia da fachada.

A restauração é uma proposta da OES, mesma empresa que realizou o restauro da Casa Hermann Müller e que tem como um dos responsáveis o arquiteto Alberto Streb, que já trabalhou no Casarão do Salto Grande em 2008 quando houve a troca do telhado.

“O início desse projeto é de extrema importância para o patrimônio histórico da cidade, representando uma iniciativa vital para preservar o legado histórico, arquitetônico e cultural, associado a grande reflexão de uma época da nossa história”, afirma a secretária de Cultura e Turismo, Márcia Gonzaga Faria.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também