segunda-feira, 26 fevereiro 2024
PRESERVAÇÃO HISTÓRICA

Condepham aprova primeira fase de restauro do Casarão do Salto Grande

Cada etapa dessa fase do projeto foi esclarecida pela empresa responsável pelas obras, segundo o presidente do Conselho
Por
Henrique Fernandes
Foto: Divulgação/Prefeitura de Americana

A fase inicial do projeto de restauro do Museu Histórico e Pedagógico “Dr. João da Silva Carrão”, o Casarão do Salto Grande, foi aprovada pelo Condepham (Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico e Cultural de Americana). O órgão atua para garantir a preservação da história do município por meio de seus prédios, monumentos e bens históricos.

De acordo com o presidente do conselho, Heliton Escorpeli, cada etapa dessa fase do projeto foi esclarecida pela empresa OES Engenharia e Construções, responsável por apresentar a proposta aprovada pelo Ministério da Cultura que viabilizou a captação de recursos para as obras por meio da Lei de Incentivo à Cultura (Lei Rouanet). A empresa também já realizou o projeto executivo de restauro da Casa Hermann Müller.

“O projeto de restauro do Casarão vai preservar um patrimônio estadual, resguardando a história e levando conhecimento. Foi dado o primeiro passo para um restauro eficiente, responsável, necessário e urgente. O Condepham estará participando de perto e sempre de prontidão para que sejam tomadas as melhores decisões em defesa do patrimônio histórico de Americana”, afirma Escorpeli.

O arquiteto Alberto Streb, sócio proprietário da OES, ressalta a importância da aprovação. “A decisão do Condepham é de grande valia para confirmar a necessidade de fazer o restauro da fachada lateral esquerda do Casarão”, diz o profissional, que trabalhou junto à empresa Rescap na troca do telhado do Casarão do Salto Grande em 2008.

A fase do projeto aprovada pelo Ministério da Cultura compreende a fachada lateral esquerda. As obras incluem a substituição das madeiras deterioradas que fazem parte da estrutura das paredes e sustentam o assoalho, bem como batentes, a remoção total da pintura da fachada e de cinco centímetros de espessura da parede externa. Esse material será tratado e transformado em argamassa para novo reboco da parede, devolvendo a harmonia da fachada, retirando as trincas e fissuras.

“O restauro viabiliza a preservação do Casarão do Salto Grande, que além de manter viva a história da fundação da nossa cidade, também representa um marco do empreendedorismo de várias famílias e gerações que se estabeleceram em Americana”, acrescenta a secretária de Cultura e Turismo, Marcia Gonzaga Faria.

O trabalho conta com patrocínio da Goodyear do Brasil. A produção cultural é da empresa Veneciano Cultural, em parceria com o Ministério da Cultura e a Prefeitura de Americana.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também