Domingo, 26 Junho 2022

Coronavírus: transporte público tem mudanças na região

Coronavírus: transporte público tem mudanças na região

Com a pandemia do coronavírus, o transporte público terá alterações em Americana e Hortolândia, anunciadas hoje (18). As prefeituras de Nova Odessa e

Com a pandemia do coronavírus, o transporte público terá alterações em Americana e Hortolândia, anunciadas hoje (18). As prefeituras de Nova Odessa e Santa Bárbara informaram que, por ora, não haverá mudanças. Sumaré não respondeu. 

Os ônibus da região metropolitana de Campinas, nas linhas da EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos), também não terão mudanças por enquanto. 

Em Americana, a prefeitura informou em decreto que a partir de amanhã (19) haverá a “regulamentação dos horários dos ônibus do transporte coletivo urbano, a fim de evitar a restrição de acesso ao transporte público e consequentes aglomerações”. 

A Sancetur, empresa responsável, colou cartazes informando que as linhas de ônibus vão operar em horário de sábado. A reportagem não conseguiu falar com a empresa. 

A prefeitura, antes de divulgar o decreto de hoje, informou que estava em constantes conversações com a empresa. O decreto não informa ou detalha que as linhas terão horário de sábado. 

O presidente da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana), Wagner Armbruster, revelou à reportagem terça-feira (17) que tinha sido informado que as linhas de ônibus iriam operar em horário de sábado a partir de amanhã (19), como uma medida para diminuir a aglomeração de pessoas. 

O vereador Gualter Amado (Republicanos) protocolou hoje (18) na secretaria da Câmara de Americana um requerimento questionando o Executivo sobre a redução de linhas de ônibus do transporte público urbano de Americana. 

No documento, o parlamentar relata que usuários do sistema de transporte coletivo relataram dificuldades com a superlotação em algumas linhas, como as que atendem aos bairros Parque das Nações e São Roque. 

“Acreditamos que o ideal seja aumentar a quantidade de ônibus em circulação em horários de pico para evitar a superlotação, pois as pessoas que utilizam o transporte público para trabalhar, não dispondo de outros meios de transporte, poderão ser prejudicadas com essa atitude”, explica Gualter. O requerimento será votado na sessão do dia 26. 

O decreto da prefeitura não detalha como se dará essa regulamentação. 


HORTOLÂNDIA 

A Prefeitura de Hortolândia informou que o sistema está operando com aproximadamente 70% da capacidade, ou seja, 23 dos 32 veículos da frota estão em circulação. 

“Havendo a necessidade de medidas emergenciais, há veículos à disposição para reforço na prestação do serviço”. 

A administração frisou que monitora o fluxo de passageiros diariamente e está adotando todas as medidas necessárias para o funcionamento efetivo e seguro do sistema de transporte público. 

“As medidas de isolamento e suspensão de atividades, bem como a diminuição do acesso das pessoas a espaços coletivos refletem na redução da frota de ônibus em circulação em Hortolândia, principalmente em linhas que atendem unidades de ensino”, informou. 

Ao aceitar, você acessará um serviço fornecido por terceiros externos a https://tododia.com.br/