Estado de saúde de ex-vereador baleado é grave

O Hospital Municipal “Dr. Waldemar Tebaldi” informou, por meio assessoria de imprensa da prefeitura de Americana, que o ex-vereador Adelino Leal encontra-se hemodinamicamente estável, porém seu estado de saúde é considerado grave.
“O paciente está respirando com auxílio de aparelho, pois está intubado e em coma induzido. Vem sendo acompanhado pela equipe médica responsável pelas cirurgias gerais do HM. Nesse momento ele está sendo submetido a exames específicos para saber se haverá necessidade de procedimento cirúrgico”, diz o boletim.
Os médicos informaram que “há evidências de que o ex-vereador tenha sido atingido por dois disparos, sendo um no rosto e outro na região do pescoço.”

ENTENDA O CASO – O ex-vereador Adelino Leal, 59, foi baleado com dois disparos de arma de fogo, por volta das 10h20 desta sexta-feira (29) na casa onde mora, no bairro São Jerônimo, em Americana. Ele foi alvejado por dois disparos de arma de fogo. Um o acertou no rosto e outro no pescoço. Leal foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e levado para o Hospital Municipal Waldemar Tebaldi, onde está sendo atendido.

A polícia suspeita de crime passional. Um pedreiro, que mora no Parque Gramado, é o principal suspeito de ser o autor dos disparos. Segundo informações da Polícia Militar, familiares da vítima e do suspeito disseram que os dois já tinham desavença pessoal por motivo passional.

Nesta sexta-feira, o suspeito, armado, teria dito ao filho dele que daria um fim naquela situação. Em seguida, foi até a casa do ex-vereador e efetuou os disparos. Leal foi baleado na garagem, entre dois veículos, um Honda Fit e um Chevrolet Corsa. Ele mesmo teria aberto o portão pro autor. Na sequência, o suspeito fugiu e abandonou o veículo que usava, uma picape Ford Corrier, na rua João Martins Milena. Neste local, teria pego um carro Toyota Corola e fugiu.

O delegado Robson Gonçalves de Oliveira confirmou que a Polícia Civil já tem uma linha de investigação, não confirmou que a tese é de crime passional. “Nós vamos dar seguimento agora (nas investigações) para verificar se essas primeiras impressões que obtivemos aqui no local condizem com a realidade dos fatos”, disse.

Pin It on Pinterest

Share This