sexta-feira, 14 junho 2024

Morre o desembargador Antônio Carlos Malheiros, do TJ-SP

O desembargador Antônio Carlos Malheiros, integrante da 3ª Câmara de Direito Público e um dos mais respeitados do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP), morreu na madrugada desta quarta-feira (17/3), de câncer. Ele estava internado no último mês, e passou por sessões de quimioterapia.

O presidente do TJ, Geraldo Francisco Pinheiro Franco, decretou luto oficial por três dias no Judiciário do Estado de São Paulo, assim como a PUC-SP.

Malheiros, que foi pró-reitor de Cultura e Relações Comunitárias da PUC-SP, era também o segundo desembargador mais antigo do Órgão Especial do TJ-SP.

Formado pela Faculdade de Direito da USP, Malheiros abriu um escritório de advocacia em sociedade com alguns colegas, logo após se graduar. Depois, entrou no judiciário paulista, virando desembargador do Tribunal de Justiça de São Paulo pelo quinto constitucional. Na carreira acadêmica, era professor em direito na própria PUC-SP e na Faculdade Rio Branco, na Lapa.

A desembargadora aposentada Kenarik Boujikian ficou abalada. “Hoje é um dia muito triste. Judiciário e humanidade perdem com o falecimento do desembargador Antônio Carlos Malheiros. Um juiz humano, extremamente humano. Um ser luminoso que deixou a marca da solidariedade, generosidade e compaixão por todos os lugares pelos quais passou. Em cada processo e em cada pedaço do chão da vida”.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também