sábado, 20 abril 2024

Nível do Cantareira cai mais 6,2 pontos percentuais

Em 30 dias, reservatórios caem de 38,1% para 31,9% da capacidade 

Seca | Reservatórios do Sistema Cantareira baixam rapidamente e projetam crise (Foto: Bruno Santos/Folhapress)

O nível dos reservatórios do Sistema Cantareira – responsável pelo abastecimento de 8,8 milhões de moradores da Grande São Paulo e que também abastece as cidades da região de Campinas – baixou 1,6 ponto percentual em uma semana. Na última sexta-feira (24), o sistema operava com 31,9% de sua capacidade. Na sexta-feira (17) anterior, o índice era de 33,5%.
As informações são da Sabesp, a companhia de saneamento básico do estado.

O Cantareira opera em alerta desde 6 de setembro – quando chegou a menos de 35% de sua capacidade.

Se considerado o período de um mês, a queda no nível de água foi de 6,2 pontos percentuais – em 24 de agosto, o índice era de 38,1%.

O inverno – estação encerrada nesta semana – normalmente é um período de menos chuvas. Mas a queda no nível do reservatório preocupa especialistas.

Em 2013, pré-crise hídrica no estado, a redução no volume de água armazenada no Cantareira foi de 17% durante o inverno. Neste ano, foi de 25%.

Diante do cenário de escassez, na última semana os Comitês PCJ (das bacias dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí) lançou uma campanha incentivando economia de água e alertou que os níveis deste ano indicam uma crise hídrica severa em 2022 – pior até do que a sexa histórica de 2014.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também