domingo, 3 março 2024
PIRACICABA

No 1º quadrimestre de 2023, Piracicaba investiu R$ 145,8 milhões em Saúde

Neste primeiro quadrimestre os números de consultas médicas na Atenção Básica foram de 72.758 atendimentos
Por
Jaqueline Durões
Foto: Divulgação / Prefeitura de Piracicaba

A Secretaria de Saúde juntamente com a Prefeitura de Piracicaba, investiu R$ 145,8 milhões na área da Saúde no primeiro quadrimestre de 2023. São R$ 24,7 milhões a mais que o investido no mesmo período do ano passado, quando foram gastos R$ 121,1 milhões, ou seja, teve um aumento de 20,4%.

Vale ressaltar que é preciso investir mais na área da saúde da cidade, e isso significa destinar mais recursos para o funcionamento dos serviços com qualidade, para a ampliação da oferta e a melhoria da gestão.

Através de uma audiência pública de prestação de contas do Fundo Municipal de Saúde, os números foram apresentados, realizada pelo Conselho Municipal de Saúde. A reunião pública aconteceu na Câmara Municipal e foi liderada por Thais Kerches Mattos, presidente do Conselho, e a apresentação dos dados da Saúde ficaram a cargo de Luiz Antônio Oriani Júnior, diretor do Departamento Financeiro da pasta.

Conforme a apresentação, o investimento feito pela Secretaria de Saúde no primeiro quadrimestre deste ano foi de R$ 145.809.019,22. Deste valor, a maior parte vem da fonte de recursos municipais, R$ 103.458.325,34, o que dá 17,33% de aplicações em ações e serviços de saúde (o mínimo exigido por lei é de 15%), seguido da federal, R$ 40.759.283,46, e estadual, R$ 1.411.292,96, além de R$ 180.117,46 vindos de outras fontes de arrecadação.

Oriani Júnior declarou: “Nossa intenção é sempre deixar claras as informações prestadas à população, com a maior transparência possível”.

O número de consultas médicas na Atenção Básica neste primeiro quadrimestre foi de 72.758 atendimentos, número superior ao registrado no mesmo período do ano passado (71.897) e de 2021 (53.337). No setor de Atenção Básica o investimento foi de R$ 9,5 milhões.

Foram realizados 569.845 exames laboratoriais, um incremento de 15,25% ante o mesmo período de 2022, quando foram executados 494.441 exames. O total de procedimentos odontológicos também cresceu, saindo de 77.934 atendimentos no primeiro semestre do ano passado, para 120.607 no mesmo período deste ano.

Nesta época, o investimento em Média e Alta Complexidade foi de R$ 38,3 milhões. Deste total, mais de R$ 33,8 milhões, 90% do total, foram para pagamento de convênios com várias entidades e os hospitais filantrópicos da cidade, como APAE, Centro de Reabilitação, Santa Casa e Hospital dos Fornecedores de Cana.

De acordo com Oriani Junior, a pedido do secretário de Saúde, Filemon Silvano, foram realizadas algumas mudanças na forma de apresentar os números da prestação de contas da Pasta.

“As apresentações sempre foram apresentadas com as comparações do período anual antes o quadrimestre referido, o que levava a dúvidas nos dados apresentados. A partir de agora estamos apresentando a evolução de período a período, ou seja, dos primeiros quatro meses deste ano com o mesmo período dos anos anteriores, de forma a ficar mais claro o entendimento dos conselheiros e da população. Este pedido foi feito em outras reuniões e nós atendemos a solicitação do conselho”, ressaltou.

Outra alteração encabeçada por Oriani Junior é oferecer uma pequena palestra sobre contas e orçamento público. “Por ser uma apresentação técnica e de muitos números é importante que os conselheiros entendam aquilo que estamos mostrando. Desta forma, começamos a explicar o que são os valores e como chegamos neles de forma simples para que todos realmente entendam estes números. Nas próximas audiências vamos levar novos temas para ampliar o conhecimento dos membros do conselho”, complementou.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também