segunda-feira, 22 julho 2024

Corpo de bombeiros resgata casal de motociclistas em Nova Odessa

Ventos fortes e tempestades causaram quedas de árvores e pontos de alagamento na região 

Por conta do transbordamento do Ribeirão do Quilombo, as avenidas Ampélio Gazetta, Carlos Botelho e Fuad Assef Maluf, que dão acesso a Sumaré, ficaram alagadas em razão das chuvas deste domingo (27).

Um casal de motociclistas, que trafegava pela Avenida Carlos Botelho precisou do resgate do Corpo de Bombeiros e do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência), após terem sido carregados pela enchente. Ambos não tiveram ferimentos graves e passam bem. A via chegou a ficar interditada por alguns minutos.

Mais de 10 quedas de árvores foram registradas no bairro Jardim Santa Rosa, São Jorge, Vila Azanha e Bela Vista. Os alagamentos permaneceram por algum tempo nas avenidas, mas em torno das 18h30, o trânsito voltou a normalidade.

O prejuízo maior foi aos moradores do bairro Jardim Santa Rosa, onde três árvores caíram e atingiram casas e automóveis. A Defesa Civil do município chegou a ir até o local, porém, os moradores realizavam a retirada dos galhos.

Segundo João Miletta, diretor da Defesa Civil de Americana, não houve chamados para atendimentos. No entanto, os ventos fortes que atingiram a cidade, derrubaram apenas alguns galhos pelo município. “Eu estava fora, mas os agentes que monitoraram a região, me informaram que Americana graças a Deus, não teve nenhuma ocorrência grave. A chuva pegou mais Nova Odessa e um pedaço do Machadinho”.

Sumaré registrou a queda de duas árvores na região do Picerno e alagamentos nas avenidas da Amizade e Fuad Assef Maluf. De acordo com as equipes da Defesa Civil já estão trabalhando nesses locais.

Receba as notícias do Todo Dia no seu e-mail
Captcha obrigatório

Veja Também

Veja Também